Home  >  Negócios

Google Cloud estaria desenvolvendo app único para integrar múltiplos serviços

Voltada para clientes corporativos, solução permitiria executar diferentes tarefas em um único local, otimizando tempo de trabalho

Da Redação

30/01/2020 às 9h00

Foto: Shutterstock

Funcionários do Google estariam testando internamente um app que reuniria funcionalidades de diversos serviços disponibilizados em separado pela companhia, como o gerenciador de e-mail Gmail e repositório de arquivos Drive. 

Segundo fontes que conversaram com o site The Information, essa nova solução foi pensada para os clientes que utilizam a G Suite
(solução corporativa da companhia) e também integraria funções como
videoconferências, ajuste de calendário e um serviço de mensagens. 

  • Leia na It Trends: 

Você está pronto para o futuro do trabalho? 

Como a cultura digital afeta sua vida profissional 

Esse novo app ajudaria a empresa a resolver dois problemas distintos: o primeiro seria posicionar sua oferta como mais vantajosa do que a concorrente Microsoft, que oferece ao mercado do Office365.  

Os serviços de chat e videoconferência do novo app também seria um diferencial competitivo contra o Slack, serviço mais usado por startups e empresas jovens. Para ambos os casos, o argumento é que um app único facilitaria a vida dos funcionários, que teriam menos dificuldades em realizar tarefas na nuvem e encontrar arquivos. 

O outro ponto que poderia ser resolvido com esse "superapp" diz respeito a forma como o próprio Google organiza seus produtos. Em diversos períodos da história a companhia já contou com apps que realizam a mesma tarefa, como o Inbox (que seria uma substituição ao Gmail, mas foi encerrado no ano passado) e o Google Allo, mensageiro que também foi descontinuado.  

Com uma oferta unificada, o serviço da companhia poderia se mostrar mais atraente para o atual público prioritário da divisão: as empresas que integram a lista da Fortune 500

Não ficou claro para as fontes que conversaram com o The Information se a companhia de Mountain View manteria os apps em separado para o grande público ou se, no longo prazo, todas as soluções que agora são baixadas de forma individual receberiam essa suposta atualização. 

Procurado pelo veículo americano, o Google preferiu não comentar a notícia.