Home  >  Plataformas

Google anuncia o fim do App Maker

Criado para ajudar empresas no desenvolvimento de aplicativos, o App Maker será encerrado em janeiro de 2021

Da Redação

29/01/2020 às 14h00

Foto: Shutterstock

As empresas que utilizam o App Maker do Google para criar os seus próprios aplicativos terão que encontrar ferramentas alternativas. Nesta terça-feira (28), a gigante da tecnologia anunciou que encerrará a plataforma em 19 de janeiro de 2021.

Leia mais na IT Trends

Disponível nas edições Business, Enterprise e Education do G Suite, o App Maker foi posicionado como uma ferramenta simples para a criação de aplicativos internos, contando com modelos e design intuitivo. No entanto, a adoção por parte do público não correspondeu às expectativas.

Por conta do baixo engajamento com a solução, o plano do Google é desativar gradualmente o App Maker ao longo de 2020. Antes que a ferramenta seja completamente desabilitada, as empresas precisarão revisar o uso da plataforma e tomar medidas necessárias com base no calendário divulgado.

  • A partir de 28 de janeiro de 2020, os aplicativos existentes criados com a ferramenta continuarão em funcionamento. Embora o App Maker não esteja mais sendo desenvolvido, o serviço ainda será mantido.
  • A partir de 15 de abril de 2020, os clientes não poderão mais criar novos aplicativos com o App Maker. No entanto, ainda poderão modificar e implantar aplicativos existentes.
  • A partir de 19 de janeiro de 2021, os aplicativos criados no App Maker deixarão de funcionar e os clientes não poderão mais acessá-los. Os dados armazenados no Cloud SQL permanecerão inalterados.

As empresas que já utilizaram o App Maker, mas não precisam mais dele ou dos aplicativos que criaram, devem considerar as seguintes etapas, segundo o Google:

  • Exportar o aplicativo antes de excluí-lo para salvar as informações do banco de dados;
  • Excluir o aplicativo no App Maker;
  • Excluir o projeto associado da nuvem.

Para empresas que precisarão de soluções alternativas, o Google recomenda as seguintes opções:

  • Para quem usa o App Maker para automatizar processos de negócios, utilizar o AppSheet.
  • Para quem usa o App Maker para desenvolver aplicativos, utilizar o App Engine.
  • Para quem usa o App Maker para coleta de dados, utilizar o Google Forms.