Home  >  Negócios

Oi fecha venda de participação na angolana Unitel e leva US$ 1 bilhão

Venda auxiliará nas finanças da companhia, que se encontra em recuperação judicial

Da Redação

24/01/2020 às 12h00

Foto: Shutterstock

A Oi a petroleira angolana Sonangol anunciaram nesta quinta (23) que assinaram um contrato para a venda da participação que a operadora local possui na Unitel, empresa de telefonia baseada na Angola. 

De acordo com o jornal O Globo, que deu a notícia, a Sonangol pagará US$ 1 bilhão para levar os 25% da participação que a Oi possui na angolana. O pagamento ocorrerá em duas parcelas: a primeira, de US$ 750 milhões, será paga ainda nesta sexta, enquanto o restante será quitado em até 90 dias. 

Em recuperação judicial desde 2016, a venda desse ativo auxiliará a empresa na regularização das dívidas ainda existentes. Na quinta, as ações ordinárias da Oi subiram 5,10%, chegando a R$ 1,04. Já as preferenciais aumentaram 3,40%, para R$ 1,52. 

  • Leia na IT Trends: 

Prepare-se para estar no centro na sociedade 5.0 

Transformação digital exige mudanças imediatas 

Na terça (21), a empresa anunciou sua movimentação financeira do mês de novembro de 2019. Durante o período, a Oi teve uma geração de caixa operacional líquida negativa, alcançando R$ 375 milhões. Porém, houve uma redução de 19,96% no resultado negativo quando comparado em outubro. 

A receita totalizou R$ 2 bilhões no mês, resultado menor do que os meses anteriores. No documento, a Oi justifica a redução por conta do número reduzido de dias úteis.

Já a relação da pagamentos ficou em R$ 1,7 bilhão, aumento de R$ 98 milhões com relação a outubro, por conta de despesas como 13º e compensação de créditos fiscais, informou a operadora. 

No balanço geral, o caixa financeiro da Oi ficou em R$ 2,2 bilhões, queda de 14,3% (ou R$ 373 milhões), com relação ao mês anterior.  A redução, de acordo com a Oi, deveu-se ao investimento em fibra e 4G. 

Tags