Home  >  Negócios

Lufthansa migrará sua plataforma de operações para Google Cloud

Companhia alemã agora recorre à plataforma de nuvem do Google para unificar diversos sistemas de monitoramento crítico

Da Redação

23/01/2020 às 16h02

Foto: Shutterstock

O grupo de aviação Lufthansa firmou parceria com o Google Cloud para apoiar a melhoria do seu desempenho operacional. Com o acordo, a companhia alemã agora recorre à plataforma de nuvem do Google para unificar diversos sistemas utilizando, para tal, recursos de machine learning ofertados pelo Google Cloud.

"Com a combinação entre a tecnologia do Google Cloud e a experiência operacional do Grupo Lufthansa, nós vamos impulsionar ainda mais a transformação digital de nossas operações", destacou Dr. Detlef Kayser, membro do Conselho Executivo do Grupo Lufthansa. “Isso permitirá a identificação de possíveis irregularidades em voos com antecedência maior para que medidas preventivas possam ser tomadas em um estágio inicial".

O que a migração promete para a Lufthansa

Com a migração de sua plataforma de operações para a nuvem do Google, o Grupo Lufthansa poderá observar em tempo real fatores críticos como o rodízio e manutenção de aeronaves, tripulação designada para o voo, além de informações que possam fornecer recomendações para melhorar a pontualidade de voos e passageiros, reduzir as interrupções e adotar planos especiais em caso de congestionamento aéreo provocado por mudanças climáticas.

Segundo o Google Cloud, uma equipe sua trabalhará em conjunto com especialistas em operações e TI do Grupo Lufthansa. O trabalho em conjunto apoiará a empresa de aviação no desenvolvimento e implementação da plataforma.

“Por meio dessa colaboração, temos a oportunidade de revolucionar o futuro das operações aéreas”, afirma Thomas Kurian, CEO de Google Cloud. “Estamos reunindo o melhor das duas empresas para resolver os maiores desafios das companhias aéreas e melhorar a experiência dos mais de 145 milhões de passageiros que voam anualmente com a Lufthansa”.