Home  >  Inovação

5G no Brasil deve acontecer apenas em 2022, segundo ministro Marcos Pontes

É preciso realizar adequações técnicas antes de iniciar o processo de implementação

Da Redação

15/01/2020 às 12h00

Foto: Shutterstock

Prevista para começar no segundo semestre deste ano, a fase de implementação nacional do 5G no Brasil deve se realizar de fato entre o final de 2021 e começo de 2022, acredita o ministro Marcos Pontes, que comanda o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. 

Em entrevista para o jornal Folha de S.Paulo, Pontes explicou que a demora provavelmente irá acontecer para adequação das frequências destinadas para o 5G. Em especial a 3,5 GHz, utilizada no momento para receber os sinais de antenas parabólicas. 

  • Leia na IT Trends:  

Prepare-se para estar no centro na sociedade 5.0 

Transformação digital: adapte-se com estas cinco dicas 

Na entrevista, Pontes citou o estudo encomendado pelo SindiTeleBrasil  e apresentado pelo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPQD), que afirma ter encontrado uma forma para que ambas as tecnologias coexistissem.  

Pelo fato de o estudo ter informações divergentes da pesquisa encomendada pela Anatel, o ministro solicitou outra pesquisa. Em paralelo, afirma trabalhar em conjunto com prefeituras para instalar a quantidade necessária de antenas para dar suporte ao 5G e, assim, deixar a estrutura já preparada. 

Por conta desses preparativos, Pontes estima que a fase de testes-piloto relacionadas ao 5G fique para o “final de 2021 e começo de 2022”. 

Tags