Home  >  Plataformas

LinkedIn enfrenta instabilidade no Brasil, Europa e EUA nesta terça-feira

Usuários da rede social afirmam não conseguir publicar conteúdos e fazer conexões. LinkedIn reconheceu problema e disse trabalhar para resolvê-lo

Da Redação

14/01/2020 às 10h41

Foto: Shutterstock

O LinkedIn está enfrentando instabilidades nesta terça-feira (14/01). O site Down Detector, que monitora o funcionamento de sites e redes sociais, identificou nesta manhã um pico de reclamações de usuários da rede social corporativa que pertence a Microsoft.

Segundo o site francês BFM, há relatos de instabilidade de Londres a Amsterdã. Usuários na costa oeste americana também enfrentam dificuldades para acessar o serviço.

No site Down Detector, há queixas de brasileiros que comentam não conseguir utilizar a plataforma. Por enquanto não é possível enviar mensagem privada, aceitar convites ou interagir publicando comentários ou publicar conteúdos.

O LinkedIn identificou o problema, apesar de não dar nenhum esclarecimento sobre. “Alguns usuários podem estar experimentando um problema com o site”, escreveu a empresa no Twitter. “Nós estamos trabalhando nisso enquanto falamos e iremos fornecer atualizações assim que as tivermos. Obrigada pela paciência”.

Tags