Home  >  Negócios

Quero Educação compra operação brasileira da QuinStreet

Aquisição ajudará edtech a aumentar ticket-médio para instituições de ensino

Da Redação

13/01/2020 às 9h00

Foto: Shutterstock

A startup Quero Educação anunciou na última quinta (9) a compra da operação brasileira em educação da QuinStreet. Presente no Brasil desde 2010, a companhia atua no setor de  marketing de performance para internet e sua vertical de educação conta com ferramentas que auxiliam na geração de matrículas.  

"A QuinStreet trabalha adquirindo alunos sem a necessidade da bolsa e nós sabemos que as faculdades têm interesse em aumentar o ticket médio. Incorporar essa expertise é muito importante para conseguirmos matricular ainda mais alunos somente com a garantia do melhor preço de balcão", afirmou em comunicado André Narciso, CEO da Quero Educação.  

  • Leia na IT Trends:

O vício pelo aprendizado constante em 10 passos

Brasileiros são os mais preocupados com impactos da tecnologia em suas carreiras

A companhia, que fechou 2019 com faturamento de 27 milhões de reais no último ano, trabalhava em parceria com instituições de ensino para, por meio do seu sistema, captar possíveis alunos para os cursos ministrados.  

No último ano, teve 60 milhões de acessos no Brasil e gerou cerca de 100 mil matrículas para alguns dos principais grupos do mercado, como Cogna, Laureate, Yduqs e Cruzeiro do Sul.  

Em um mercado que cresceu exponencialmente em 2019 e conta com diversos concorrentes, a Quero Educação (dona do marketplace Quero Bolsa), vem investindo na área para consolidar sua posição. Em novembro, anunciou aporte de R$ 20 milhões no site Melhor Escola, que atende um público-alvo diferente do negócio principal.