Home  >  Plataformas

Intel confirma Tiger Lake como processador que substituirá Ice e Comet Lake

Durante a CES 2020, fabricante anunciou nova geração de chips, mas não confirmou detalhes do lançamento oficial

Da Redação

08/01/2020 às 14h00

Foto: Shutterstock

A Intel aproveitou a CES 2020, que acontece em Las Vegas nesta semana, para oferecer um vislumbre, embora com poucos detalhes, de seus chips que devem ser lançados neste ano: o Tiger Lake.

Antes do início da coletiva de imprensa na segunda-feira (6), a Intel já havia feito diversos anúncios, alguns sem dúvida mais interessantes: seu novo NUC modular baseado no Core i9, "Ghost Canyon", além de novos detalhes sobre seus chips Comet Lake de 10ª geração, incluindo o fato de que eles vão rodar acima de 5GHz.

A Intel também revelou anteriormente que seus futuros CPUs Tiger Lake teriam melhor desempenho de IA, embora a empresa não tenha deixado claro quanto.

Project Athena ganha impulso

Greg Bryant, vice-presidente executivo do Client Computing Group, subiu ao palco para atualizar o público sobre o Project Athena, a especificação fina e leve que a Intel ajudou a desenvolver. Em menos de um ano, a Intel verificou 25 dispositivos do Project Athena, e a previsão é de que, em 2020, esse número passe dos 50, incluindo uma nova especificação de tela dupla.

Os representantes da Intel apresentaram dois laptops do Project Athena: o Acer Swift 3 e o HP Elite Dragonfly. Bryant também destacou a parceria do Project Athena com o Google para Chromebooks, incluindo o Asus Chromebook Flip C434 e o Samsung Galaxy Chromebook, anunciados na CES.

Christian Teismann, vice-presidente sênior de negócios comerciais da Lenovo, apresentou o ThinkPad X1 Fold, um PC de tela dupla que pode ser usado como tablet de 13,3 polegadas ou um laptop pequeno. A Intel seguiu o lançamento com uma demonstração do Dell Concept Duet, um protótipo maior para laptops de tela dupla.

Chris Walker, da Intel, fez uma entrada surpresa com outro conceito: o "Horseshoe Bend", um PC dobrável de 17 polegadas. Como o Lenovo ThinkPad X1 Fold, o Horseshoe Bend pode ser um monitor ou tablet de tela única, ou um dispositivo de tela dupla, e é muito maior que o da Lenovo.

Bryant também prometeu suporte 5G para PCs, em parceria com a Mediatek, com amostras disponíveis no terceiro trimestre de 2020. Originalmente, a Intel alegou que a parceria não daria frutos até 2021. Tiger Lake Bryant então passou a dar ênfase à IA. Jason Levine, da Adobe, apareceu de maneira breve e divertida para mostrar a capacidade de extrair objetos de segundo plano no Adobe Photoshop ou no aplicativo Sensei da Adobe, um recurso que a Intel enfatizou no Ice Lake e outros chips de 10ª geração.

As famílias da 10ª geração da Intel foram divididas entre Comet Lake e Ice Lake, mas a próxima palavra a ser observada é Tiger Lake. Esse chip, supostamente de 10 nm, apareceu nos rumores em meados de 2019 e está "chegando em breve" aos laptops, de acordo com um vídeo promocional da Intel.

Não está claro quais vantagens de desempenho o Tiger Lake oferecerá, mas Bryant sugeriu que o processador terá otimização de "dois dígitos" em relação à geração anterior.

Lisa Pearce, vice-presidente de arquitetura, gráficos e software da Intel, que se juntou a Bryant no palco, alegou que haverá um "grande salto" no desempenho gráfico, provavelmente devido à inclusão de núcleos gráficos Xe. A Intel encerrou a sua apresentação na CES com uma demonstração do núcleo Xe. Os executivos da companhia não oferecem nenhum detalhe, mas um dos representantes mostrou o chip à imprensa para fotografia. Ainda não se sabe a data de lançamento do Tiger Lake e Xe, mas a expectativa é de que até o final deste ano ambos cheguem ao mercado.

Tags