Home  >  Inovação

Computação quântica começa a entrar nos planos de bancos

Instituições estão desenvolvendo algoritmos capazes de serem executados dentro dessas novas máquinas

Da Redação

08/01/2020 às 12h00

Foto: Shutterstock

Alguns dos principais bancos internacionais estão aumentando os recursos de pesquisas dentro do mercado de computação quântica. De acordo com o Financial Times, o reforço para se aprofundar nos estudos da área surge em um momento em que as primeiras aplicações mais práticas da tecnologia são vistas pelo grande púbilco. 

Bancos como JPMorgan Chase e Citigroup, que iniciaram pesquisas exploratórias em 2018, acreditam que as capacidades quânticas podem "revolucionar" atividades como gerenciamento de risco e trading. Por conta dessas possibilidades os esforços dessas marcas estão concentrados em capacitar pessoal e infraestrutura para iniciarem testes para essas atividades. 

  • Leia na IT Trends 

Como a cultura digital afeta sua vida profissional 

Transformação digital: adapte-se com estas cinco dicas 

Um exemplo de tarefa que as instituições acreditam que pode ser otimizada com a computação quântica está na mensuração de riscos financeiros. As empresas do setor utilizam uma metodologia chamada Monte Carlo, que realiza diversas simulações para calcular probabilidades. Atualmente, JPMorgan e City conduzem análises para entender se a aplicação quântica ajudaria a proporcionar análises melhores e com menos custos de energia e capacidade computacional. 

Outra promessa gerada com o uso de computação quântica está no aumento de habilidades de sistemas que utilizam machine learning
e inteligência artificial, de forma que eles possam identificar
problemas ou apresentar oportunidades de forma mais ágil e com mais
consistências probabilísticas. 

Futuro ainda distante 

Temas relacionados à computação quântica ganharam os holofotes no final de 2019 após a notícia de que um computador da Google teria alcançado a "supremacia quântica", para se referir ao momento em que um computador do gênero fosse capaz de executar um cálculo impossível até para as melhores máquinas utilizadas atualmente.  

Apesar do marco, especialistas do setor ponderam que ainda teremos muitos anos pela frente até a computação quântica se tornar acessível para o grande público, pois atualmente ela necessita de condições muito específicas (como temperaturas abaixo de zero) para ser executada. 

Mesmo assim, as instituições financeiras não querem ficar para trás nessa onda e começam a investir de forma mais consistente no setor. De acordo com a QC Ware, companhia especializada em computação quântica, ela gerencia 34 projetos espalhados pelo mundo e desenvolvidos sob diferentes sistemas quânticos.