Home  >  Carreira

Emprego novo? 7 dicas para causar uma boa impressão nos primeiros meses

É normal se sentir um pouco confuso nos primeiros meses em um novo local, mas esses conselhos podem te ajudar a olhar para o que é importante

Da Redação

05/01/2020 às 12h00

Foto: Shutterstock

Por mais estrada que se tenha na vida corporativa, começar em um novo local costuma causar em todas as pessoas a mesma sensação de expectativa ao lidar com o novo e o frio da barriga para entender o novo trabalho e provar que a sua contratação foi acertada.

Mas, além de realizar um bom trabalho, existem outras iniciativas que contam pontos valiosos tanto para sua adaptação no novo ambiente como para causar uma opinião positiva em pares e superiores.

Abaixo, apresentamos 7 dicas que vão te ajudar a ter um começo mais promissor dentro da nova firma. Confira:

1- Participe de projetos que te empolguem, mesmo que você não entenda todos processos 

Quem já tem vivência em outros empregos e está começando em um lugar novo pode acabar caindo no hábito de se guiar pelos padrões da empresa antiga, realizando apenas as tarefas que estava acostumado e perdendo chances de adquirir novos conhecimentos e entender de forma um pouco mais abrangente o negócio da empresa em que se está e como seu trabalho pode afetar outros departamentos. 

A melhor forma de evitar o “piloto automático” é agir com otimismo e aceitar convites para oportunidades interessantes, mesmo que você não tenha entendimento completo do processo. Explique isso para a equipe, reforce sua vontade de auxiliar e é bem provável que os demais membros saberão te dar as coordenadas básicas para a tarefa que você se propôs a fazer.  

2 – Defina com seu superior metas de curto médio 

Sejam projetos, vendas ou a implementação de um projeto, é importante sentar com o seu superior logo na primeira semana e definir alguma parâmetro para o qual você precisa se focar em um período de seis meses ou um ano. 

Desse modo, é possível entender de forma mais clara o que a empresa espera de você. Não foi possível ter essa conversa? Analise seu trabalho, observe algum ponto de melhoria e defina você mesmo um objetivo. Ao final do período, apresente-o ao seu superior. 

3 – Participe (e opine) em reuniões 

Apesar das opiniões controversas sobre a eficácia das reuniões, não dá para negar que elas são uma ótima forma de conhecer mais membros da nova empresa em um mesmo local. Por isso, vale analisar os convites que fazem sentido para o seu cargo e participar e participar desses encontros. 

Por mais constrangedor que possa ser se manifestar nos primeiros dias de emprego, vale muito compartilhar insights ou tirar dúvidas dentro do debate. Dessa forma, você se apresenta como uma pessoa de postura aberta. 

4 – Se esforce para conhecer seus “pontos de apoio” o mais rápido possível 

Como já diz o ditado: ninguém é uma ilha. E essa máxima vale para o mundo corporativo: em um momento ou outro você vai precisar do auxílio de outras áreas para realizar alguma tarefa, seja do financeiro, TI, RH etc. 

Para garantir um bom fluxo do seu trabalho, procure conhecer e estabelecer parcerias com essas pessoas o mais cedo possível, tanto para não acumular alguma demanda como para não ter que perguntar constantemente ao chefe quem pode te auxiliar em determinada tarefa. 

Identificou algum ponto (na equipe ou empresa) que pode ser melhorado? Estruture uma conversa, insira prós e contras e tente falar com seu chefe. Inicialmente, aborde o assunto como uma sugestão mesmo: sabemos que existem “mecanismos” nas empresas que muitas vezes travam alterações simples e efetivas. Como você ainda não tem esse conhecimento, vale adotar esse tom ao apontar um aspecto de melhoria. 

5 – Entenda quanto tempo você leva para realizar tarefas 

Seja com uma planilha ou utilizando aquelas plataformas de gestão de tarefas, uma das coisas mais válidas que você pode fazer para a sua rotina de tarefas é entender quanto tempo você precisa investir para concluir alguma ação. 

Ter esses dados é um ponto importante porque vai te fornecer muito mais credibilidade caso precise renegociar prazos ou delegar tarefas. É muito mais efetivo dizer “Não consigo entregar isso hoje, pois levo cinco horas para concluir essa atividade”, do que falar algo como “não dá mais tempo”.

Lembre-se: especialmente quando o pedido é de uma área diferente da sua, muitas vezes a pessoa realmente não faz ideia do tempo que se leva para executar uma ação. 

6 – Saiba o mais cedo possível como você pode se encaixar na estratégia da empresa 

Além das tarefas pelas quais você foi contratado ou contratada, é muito importante identificar a estratégia que a companhia está lançando e como você pode contribuir para que ela alcance o objetivo.  

E essa “ajuda” pode ser materializada em diferentes tipos de ação. Por exemplo: se o objetivo da companhia é ter processos mais organizados e ágeis, vale apresentar ao seu departamento (caso ele não utilize) plataformas que agrupem tarefas (como Trello e Runrun.it) e serviços que unificam mensagens (como Slack e Teams). 

7 – Busque por feedback 

Depois de um mês ou dois no trabalho, você pode consultar seu chefe para garantir que está no caminho certo para se tornar um membro ativo e importante dentro da empresa. 

Vale perguntar opinião geral, possíveis pontos de melhorias e até mesmo “próximos passos”, como projetos que a sua liderança pode querer que você participe ou mesmo alinhar algum curso ou qualificação que você deseje realizar nos próximos meses. 

*Com informações do Business Insider 

Tags