Home  >  Negócios

Cloud Computing impulsionará Microsoft em 2020, diz Bank of America

Previsão é de que receita da Microsoft continue crescendo 10% ao ano. Além da divisão Azure, jogos e LinkedIn influenciarão crescimento da gigante

Carla Matsu

30/12/2019 às 9h00

Foto:

O Bank of America divulgou na última semana suas previsões para a Microsoft. Os analistas classificaram a gigante da tecnologia como uma das principais alternativas de software em 2020, elevando a meta de preço das ações de US$ 162 para US$ 200.

Conforme nota do Bank of America aos clientes, a Microsoft apresenta diversos fatores de crescimento, incluindo jogos e o LinkedIn. Além disso, os analistas afirmam que o serviço de cloud computing da companhia, o Azure, está pronto para representar mais de 40% do crescimento anual da empresa nos próximos anos.

A expectativa é de que a receita da Microsoft continue crescendo mais de 10% ao ano, e os seus negócios de nuvem comercial poderão superar, em breve, os segmentos de PCs e servidores Windows. As ações da companhia ultrapassaram o S&P 500 em 2019, registrando elevação de mais de 50% contra 29% no índice.

O banco afirma, ainda, que os principais temas a serem observados em 2020 na indústria de software são o crescimento da inteligência artificial e as empresas que podem se recuperar depois de fazer aquisições.