Home  >  Negócios

Google é multado em 150 milhões de euros por abuso de publicidade na França

De acordo com instituição do país, a empresa não explica de forma clara os parâmetros para aprovar ou recusar anúncios em sua plataforma

Da Redação

23/12/2019 às 13h00

Foto: Shutterstock

A Autoridade de Concorrência, órgão francês que regula o nível de concorrência dentro do país, aplicou na sexta (20) uma multa de 150 milhões de euros no Google por "abuso de posição dominante". Convertendo para dólares, o valor chega a US$ 167 milhões.

De acordo com o comunicado da instituição, a empresa de Mountain View não apresenta de forma compreensível as regras de funcionamento do Google Ads, sua principal plataforma de publicidade: na percepção de 'Autoridade', o processo de aprovação ou reprovação de um anúncio "
é nebuloso, de difícil compreensão e aplicado de maneira injusta e aleatória."

Em comunicado, o Google anunciou que irá recorrer da decisão no governo francês. "Nossos usuários esperam estar protegidos contra publicidade enganosa e é para isso que servem nossos termos de publicidade.” 

A empresa dona do Android recebeu uma multa de 50 milhões de euros no começo de 2019 por outro órgão do país, por falta de transparência para com os usuários sobre a forma como usa e armazena as informações coletadas. Em março, a União Europeia, aplicou outra penalidade, dessa vez de US$ 1,69 bilhão. 

Em todos os casos, as principais queixas são a necessidade de a empresa explicar de forma mais consistente e detalhada sobre seu processo de gestão de dados e como os usuários podem optar por não divulgar informações para a companhia.