Home  >  Inovação

Apple, Google a Amazon vão adotar padrão único para casa conectada

O projeto começará a ser desenvolvido em 2020, ainda sem previsão exata para a implementação

PC World Brasil

20/12/2019 às 11h00

Foto: Shutterstock

Companhias que estão na vanguarda do mercado de casas conectadas, com dispositivos como alto-falantes inteligentes Apple, Google e Amazon anunciaram que deixarão a competição de lado para criar um padrão de conectividade no que diz respeito aos seus dispositivos domésticos inteligentes. A Zigbee Alliance, grupo de empresas que estabelecem especificações para a comunicação sem fio, também fará parte do projeto. 

“Desenvolver e promover a adoção de um novo padrão de conectividade livre de royalties para aumentar a compatibilidade entre produtos domésticos inteligentes, com a segurança como um princípio fundamental”, afirmou o anúncio. 

Chamado de “Project Home Over IP” (Projeto Casa Conectada Através do IP, em português), o projeto visa desenvolver e promover um novo padrão de conectividade para que outras marcas também abram mão de seus protocolos próprios. “Muitos dispositivos para casas inteligentes usam protocolos proprietários hoje, exigindo que sejam conectados a uma rede doméstica usando proxies e tradutores dedicados”, disse o anúncio.  

Apesar de facilitar a vida dos usuários, o projeto foi pensado, principalmente, para aumentar a segurança no funcionamento dos dispositivos, já que serão baseados no Internet Protocol (Protocolo da Internet, em português). “[O IP] é a camada de rede mais comum usada em nossas residências e escritórios”, explicou o anúncio. Assim, dispositivos domésticos, móveis e serviços da nuvem funcionarão sob um mesmo conjunto de regras. 

Outras grandes empresas (IKEA, Legrand, NXP Semiconductors, Resideo, Samsung SmartThings, Schneider Electric, Signify, Silicon Labs, Somfy e Wulian), membros da Zigbee Alliance, auxiliarão na escolha do padrão, que terá uma discussão aberta e sem privilégios acerca da futura implementação.