Home  >  Negócios

Quando se fala em vestíveis de pulso, a Xiaomi é a empresa a ser alcançada

De acordo com dados da Canalys, fabricante chinesa possui 27% da participação global de pulseiras no setor; Apple segue em segundo

Da Redação

17/12/2019 às 9h00

Foto: Shutterstock

Apesar de a Apple e sua linha iWatch dominarem o cenário de relógios inteligentes nos EUA, a situação é bem diferente fora da sua terra natal. De acordo com dados de mercado da consultoria Canalys, a chinesa Xiaomi ainda segura a coroa de empresa com mais produtos do gênero vendidos. 

Durante o terceiro trimestre, a Xiaomi vendeu 12,2 milhões de vestíveis, tanto relógios Amazfit como as famosas pulseiras Mi Band. Se levarmos em conta que, durante o período, foram vendidos 45,5 milhões de acessórios eletrônicos, a empresa conta com 27% da participação global de vendas desse setor.   

Leia na IT Trends 

Como a cultura digital afeta sua vida profissional 

Saiba como a inteligência artificial está revolucionando a educação na China 

Em segundo lugar está a Apple, com 15% de participação e cerca de 6,7 milhões de unidades vendidas. Apesar de longe da primeira colocada, é possível dizer que a firma de Cupertino viveu um ótimo trimestre: este foi o ele registrou o maior crescimento ano-a-ano desde 2017. O novo Apple Watch Series 5, lançado em setembro com novas funções customizáveis, foi responsável por 60% das vendas realizadas durante o período. Além do smartwatch de luxo, a empresa também está investindo em opções menos caras, a fim de se manter competitiva. 

Na terceira colocação, a Huawei merece destaque: despachou 5,9 milhões de unidades entre julho e agosto deste ano, crescimento de 243% em comparação com 2018. Muito desse resultado positivo deve-se ao aumento de vendas registrado na China, sua terra natal. Durante o trimestre, a região foi responsável por 40% de todas as compras mundiais de pulseiras ou relógios inteligentes.   

Quem acabou perdendo (considerável) espaço foi a Fitbit, comprada em novembro pela Google: apesar do recém-lançado smartwatch Versa 2, o percentual total de suas vendas caiu 8% no período, deixando a marca em quarto lugar no ranking das mais compradas.