Home  >  Carreira

5 dicas práticas para melhorar a comunicação com a equipe

Compartilhamento de informações, treinamentos e encontros constantes são exemplos de iniciativas que podem aproximar colaboradores

Da Redação

14/12/2019 às 12h00

Foto: Shutterstock

Ter uma comunicação clara e objetiva é um dos fatores mais importantes para ter uma equipe produtiva e confortável para conversar com todos os seus colegas. Sem falar no dato de que quando não há diálogo, dificilmente há sucesso entre os projetos e trabalhos tocados pelo time. 

"Muitas vezes passamos mais horas do dia com nossos líderes, colegas de trabalho, parceiros e clientes do que em casa com a nossa família. Relacionamentos intensos, porém, precisam ser saudáveis para um bom desempenho da organização”, explica Fabio Abate, consultor do Netas T&D.

O profissional explica que transmitir mensagens de forma correta é imprescindível para que a comunicação aconteça sem ruídos e falhas. Mas como fazer para melhorar a troca interna de ideias quando se tem a percepção de que existem algo “travando” esse processo? De acordo com Abate, algumas práticas de comunicação podem ser adotadas para melhorar a comunicação na equipe: 

1. Compartilhe e torne a informação acessível  

Dividir com os colaboradores o status geral da operação transmite um clima de união e ajuda a deixar todos os envolvidos “na mesma página” com relação a um trabalho ou demanda interna. 

Existem na internet diversos mensageiros corporativos que facilitam de forma significativa o processo de compartilhamento de arquivos. E o melhor: o plano inicial de boa parte dessas ferramentas é gratuito. Caso sua equipe seja realmente pequena, é possível utilizar uma versão são custos e que consiga suprir as principais necessidades do time. 

2. Utilize uma agenda on-line   

Já que a comunicação precisa ser compartilhada e em um lugar onde todos tenham acesso, faça uma agenda on-line para a sua equipe e registre as datas de reuniões, eventos e prazos.  

Nela, também podem ser agendados os dias de lançamento de informações e dados importantes para o desenvolvimento do trabalho de cada um; além de eventos como avaliações individuais e (muito importante) aniversários. 

 3. Delegue de forma clara

Ao transferir uma atividade a um colaborador, você tem certeza de que ficou claro para a pessoa o que ela deve fazer?  Não é tão incomum assim que demandas sejam feitas de forma incompleta ou com um objetivo totalmente oposto ao inicial por conta de ruídos na comunicação. 

Quando for necessário pedir a outra pessoa que realize alguma atividade, analise o perfil de quem ficará com a demanda e pense na melhor forma de transmiti-la (seja por um e-mail detalhado ou uma conversa, pessoal ou via telefone). 

E, por mais que pareça desnecessário, é sempre importante confirmar todos os detalhes que foram passados. Sempre é melhor investir mais tempo no briefing do que com “refações”. 

 4.  Adote reuniões rápidas e objetivas  

Sejam elas diárias, semanais ou quinzenais, é importante realizar encontros periódicos com sua equipe (e sempre com um espaço de tempo que não seja maior do que um mês). 

Esses momentos (que devem ser inclusos na agenda on-line que mencionamos acima) são oportunidades para atualizar as pessoas sobre tudo o que está acontecendo positiva ou negativamente e também dá abertura para que a equipe exponha a sua opinião.  

5. Realize treinamentos vivenciais e comportamentais  

É sempre interessante tirar a sua equipe do ambiente de trabalho ou promover situações que os façam aprender na prática.  
 
Os treinamentos vivenciais possibilitam trabalhar competências como comunicação, integração, sinergia, mudança de comportamento e flexibilidade, entre outras competências. É o famoso “aprender na prática”.