Home  >  Carreira

Estas são as 50 melhores empresas para se trabalhar no Brasil, segundo os próprios funcionários

Pela primeira vez, site de empregos Glassdoor elegeu os melhores lugares para se trabalhar no Brasil. SAP lidera lista

Da Redação

12/12/2019 às 11h00

Foto: Shutterstock

Pela primeira vez no Brasil, o site de recrutamento Glassdoor realizou uma pesquisa com funcionários de empresas que atuam no mercado nacional e divulgou um ranking com as 50 melhores para trabalhar em 2020.

Para o levantamento, colaboradores e ex-colaboradores compartilharam opiniões sobre os locais de trabalho voluntariamente e anonimamente.

As avaliações foram feitas com base no ambiente, oportunidades, remuneração e benefícios, cultura e valores, liderança e qualidade de vida. Na primeira edição da pesquisa, 20 empresas brasileiras apareceram na lista.

Leia mais na IT Trends

Os destaques no ranking ficaram para os setores de tecnologia, serviços financeiros e consultoria. A SAP, especializada em softwares corporativos, ficou em primeiro lugar, com nota de 4,6.

“Para a SAP Brasil é motivo de orgulho receber uma premiação que parte da ação espontânea de nossos funcionários, que nos reconhecem como um bom lugar para construírem sua carreira, destacando o ambiente saudável e produtivo que construímos juntos, diariamente. O prêmio reflete os esforços do RH e de toda a liderança da empresa, engajados para construir processos sólidos de atração, retenção e valorização dos nossos profissionais, somados às políticas consistentes sobre remuneração e benefícios, cultura, aprendizado e desenvolvimento”, afirmou Cristina Palmaka, presidente da SAP Brasil.

Além da SAP, o top 5 ficou marcado pelas seguintes empresas:

  • ThoughtWorks
  • Google
  • Takeda Pharmaceuticals
  • Banco Votorantim

Entre as empresas brasileiras, os destaques ficaram para a Eurofarma (8º lugar), Nubank Brasil (10º lugar) e Globosat (11º lugar).

Vale destacar que, para participar do levantamento, a organização precisa contar com pelo menos mil funcionários em todo o mundo e ter, no mínimo, avaliação de 30 colaboradores atuando no Brasil.

Segundo Christian Sutherland-Wong, presidente e diretor de operações do Glassdoor, as avaliações demonstram que a cultura e valores das empresas são a maior preocupação dos funcionários.

"Os vencedores do prêmio são empresas que colocam a cultura, a missão e as pessoas no centro de tudo o que fazem. E, por isso, seus funcionários as reconhecem como os Melhores Lugares para Trabalhar em 2020”, explicou Sutherland-Wong.

“Além disso, os vencedores deste ano se destacam por promover a transparência, oferecer oportunidades de crescimento na carreira e valorizar o trabalho impulsionado por impacto e propósito."

Confira a lista completa:

  • 1º lugar: SAP (nota 4,6)
  • 2º lugar: ThoughtWorks (nota 4,5)
  • 3º lugar: Google (nota 4,5)
  • 4º lugar: Takeda Pharmaceuticals (nota 4,5)
  • 5º lugar: Banco Votorantim (nota 4,5)
  • 6º lugar: MetLife (nota 4,5)
  • 7º lugar: Bain & Company (nota 4,5)
  • 8º lugar: Eurofarma (nota 4,5)
  • 9º lugar: McKinsey & Company (nota 4,5)
  • 10º lugar: Nubank Brasil (nota 4,4)
  • 11º lugar: Globosat (nota 4,4)
  • 12º lugar: Tokio Marine Holdings (nota 4,4)
  • 13º lugar: Volvo Group (nota 4,4)
  • 14º lugar: CI&T (nota 4,4)
  • 15º lugar: Scania (nota 4,4)
  • 16º lugar: Edenred (nota 4,4)
  • 17º lugar: Syngenta (nota 4,4)
  • 18º lugar: Creditas (nota 4,4)
  • 19º lugar: Amazon (nota 4,4)
  • 20º lugar: Dell Technologies (nota 4,4)
  • 21º lugar: Magazine Luiza (nota 4,4)
  • 22º lugar: Loggi (nota 4,4)
  • 23º lugar: Icatu Seguros (nota 4,4)
  • 24º lugar: Cargill (nota 4,4)
  • 25º lugar: Autoglass (nota 4,4)
  • 26º lugar: B3 (nota 4,4)
  • 27º lugar: Roche (nota 4,4)
  • 28º lugar: Siemens (nota 4,4)
  • 29º lugar: International Paper (nota 4,4)
  • 30º lugar: Mercado Livre (nota 4,4)
  • 31º lugar: John Deere (nota 4,3)
  • 32º lugar: BASF (nota 4,3)
  • 33º lugar: BRQ (nota 4,3)
  • 34º lugar: Mars (nota 4,3)
  • 35º lugar: Azul - Linhas Aéreas Brasileiras (nota 4,3)
  • 36º lugar: Microsoft (nota 4,3)
  • 37º lugar: Bayer
  • 38º lugar: Petrobras
  • 39º lugar: Johnson & Johnson
  • 40º lugar: Braskem
  • 41º lugar: Oracle
  • 42º lugar: Robert Bosch
  • 43º lugar: BV Financeira
  • 44º lugar: Elektro Eletricidade e Serviços
  • 45º lugar: Henkel
  • 46º lugar: Suzano
  • 47º lugar: Avanade
  • 48º lugar: Senior Sistemas
  • 49º lugar: Klabin
  • 50º lugar: The Coca-Cola Company