Home  >  Negócios

Plataforma de academias ClassPass chega ao Brasil para desafiar Gympass

Plano individual e cobrança por presença são alguns dos diferenciais da empresa, que se posiciona como “Netflix das academias”

Da Redação

09/12/2019 às 15h30

Foto: Shutterstock

O sistema de academia on-demand, na qual você paga uma taxa e pode se exercitar em locais diferentes, recebeu um novo concorrente em terras brasileiras. No caso, a ClassPass: fundada nos Estados Unidos em 2013, a empresa está presente em 25 países e conta com mais de 30 mil estúdios e academias parcerias. 

Ao comparar o modelo de negócio da companhia (que escolheu o Brasil como porta de entrada na América Latina), fica impossível não compará-la com o unicórnio brasileiro Gympass, que atua no mesmo ramo e que, só no nosso país, reúne 22.800 centros de atividades físicas parceiros. Apesar da empresa nacional ter a vantagem do pioneirismo, a ‘Class’ conta com benefícios que podem torná-la realmente competitiva. 

O primeiro ponto que chama atenção é o oferecimento de um plano individual: enquanto só empresas podem se inscrever no Gympass, o ClassPass permite a pessoas físicas realizar o pagamento da mensalidade e ajustar as aulas de acordo com a rotina. 

Outro diferencial da companhia americana é que as cobranças do plano corporativo são realizadas apenas pelos funcionários ativos na plataforma, o que diminui de forma significativa as despesas das empresas. Facebook, Google e Southwest Airlines são nomes de clientes da ClassPass. 

O foco atual da companhia está em expansão: em 18 meses, a empresa saiu de uma base de quatro para 30 países. 

*Com informações d’O Estado de S.Paulo e Exame 

(Atualizado às 15h45 do dia 10/12 para alterar número de academias parceiras da Gympass)