Home  >  Segurança

Nem mesmo funcionários do Facebook confiam seus dados financeiros à rede, diz estudo

Estudo realizado por rede social anônima contestou também a confiança de funcionários da Uber. Já Apple dispara como empresa mais confiável

Da Redação

09/12/2019 às 8h25

Foto: Shutterstock

Funcionários do Facebook, aparentemente, não confiariam seus dados financeiros à empresa que trabalham, sugere uma pesquisa realizada pela TeamBlind, empresa responsável pela rede social Blind, que permite que profissionais de grandes companhias se conectem uns aos outros.

O estudo “Big Tech vs. Big Banks: A confiança supera a inovação?” entrevistou funcionários das gigantes de tecnologia - de forma anônima -para saber se eles defenderiam a empresa que trabalham como confiável. O estudo está disponível em inglês, pelo link.

A pesquisa entrevistou mais de 5 mil usuários da rede social Blind. O estudo se concentrou em coletar respostas para perguntas como “Você confia mais em bancos tradicionais ou grandes empresas de tecnologia com seus dados financeiros?” e “Com qual gigante da tecnologia você gostaria mais de compartilhar seus dados financeiros?”

Dos entrevistados, 62% afirmaram preferir bancos tradicionais em relação a segurança de dados. Já com relação as gigantes de tecnologia, apenas 22% dos funcionários do Facebook pesquisados disseram confiar na própria empresa para lidar com suas informações financeiras.

Além disso, na pesquisa geral, pouco mais de 2% de todos os entrevistados disseram que confiariam em compartilhar seus dados financeiros com o Facebook.

O Facebook não foi o único alvo de desconfiança, 17% dos funcionários da Uber afirmaram não confiar na própria empresa e somente 2% dos entrevistados disseram que confiam nela.

A empresa com o maior grau de confiança entre seus funcionários era a Apple, com 91% dos funcionários que responderam expressando sua confiança.