Home  >  Negócios

CPQD desenvolve nova metodologia para avaliar riscos em sistemas de IoT

Apresentação oficial será realizada no Japão e compreende pontos como segurança, estimativas de probabilidade e confiabilidade

Da Redação

09/12/2019 às 13h30

Foto: Divulgação

O Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPQD) divulgou na segunda (9) sua nova metodologia para avaliação de riscos em sistemas de Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês). 

De acordo com Emilio Nakamura, especialista em segurança da informação do CPQD, explicou em comunicado que os sistemas de IoT traz preocupações não apenas pela questão de privacidade, mas também pela questão de segurança física e estabilidade dos equipamentos. 

“A avaliação de riscos é imprescindível não só para a adoção de sistemas IoT como também para o desenvolvimento e definição de elementos específicos, como sensores ou plataformas. Do ponto de vista de quem implementa e utiliza o sistema IoT, a escolha de atuadores e plataformas deve ser feita de acordo com o cumprimento dos requisitos fornecidos pela avaliação de riscos, levando em conta cada contexto de uso”, explica. 

A nova metodologia, que será apresentada formalmente em um evento que será realizado no Japão, avaliará potenciais riscos de seguintes aspectos: 

  • contexto de uso;  
  • identificação de pontos de ataques;  
  • mapeamento de ameaças;  
  • mapeamento de privacidade; 
  • segurança; 
  • proteção;  
  • resiliência e confiabilidade;  
  • identificação de vulnerabilidades;  
  • estimativas de probabilidade e de impacto;  
  • cálculo da matriz de riscos; 
  • priorização de controles de segurança;  
  • e definição de plano de ação. 

Tags