Home  >  Carreira

5 motivos que fazem os funcionários deixarem uma empresa. E como retê-los

De acordo com pesquisa da Robert Walters Brasil, 85% dos empregadores na América do Sul afirmam que sabem quando alguém da equipe está prestes a sair

Da Redação

30/11/2019 às 12h00

Foto: Shutterstock

As razões pelas quais um funcionário decide se demitir podem ser comuns ou óbvias, como querer buscar outras oportunidades ou se sentir desvalorizado. Mas antes que um funcionário deixe a empresa, os empregadores já estão conscientes. 

Cerca de 85% dos empregadores na América do Sul afirmam que sabem quando alguém da equipe está prestes a sair, de acordo com recente pesquisa da Robert Walters Brasil. Eles acreditam que podem prever quando um funcionário está pensando em sair se ele ou ela estiver distraído, desmotivado, menos eficiente e frequentemente ausente. 

‘’Manter a atenção nos sinais reveladores de uma saída de funcionário é vital por três razões. Primeiro, ele ajuda a resolver o problema em um estágio inicial e, esperamos, mudar a mente do funcionário. Segundo, ele oferece a chance de gerenciar a negatividade do funcionário que está renunciando e afetar os outros funcionários, o que pode prejudicar a moral e reduzir a produtividade geral, e, finalmente, permite que você tenha mais tempo para implementar uma estratégia de recrutamento’’ comenta Kevin Gibson, CEO Latam da Robert Walters.  

Por que os profissionais saem e o que você pode fazer para impedir uma demissão? 

1. Sem perspectiva de progresso 

Os profissionais têm um forte desejo de crescimento, e a falta de oportunidades é uma das duas principais razões pelas quais os funcionários deixam uma empresa.

Reconhecer o trabalho árduo e reconhecer os funcionários por um trabalho bem feito, além de estabelecer uma carreira clara, pode fazer com que os funcionários sintam que têm um futuro a longo prazo na organização. 

2. Salário abaixo do mercado 

O salário é outro motivo importante. Os funcionários podem descobrir facilmente o que seus colegas de outras empresas estão ganhando, o que os torna cientes de seu valor no mercado. Oferecer salários competitivos e outros benefícios pode motivá-los a permanecer.

Lembre-se, porém, d que nem toda renúncia é de natureza financeira e que a descoberta de outros fatores pode ser necessária para reter um funcionário. 

3. Falta de desafios 

Bons funcionários não querem trabalho irracional; eles querem se envolver com seu trabalho e sentem que estão aprendendo continuamente.

Criar novos desafios e estabelecer novas metas ajuda os funcionários a se sentirem úteis e os mantêm interessados. 

4. Falta de reconhecimento 

Os funcionários querem reconhecimento por seu trabalho. Quando uma empresa ignora as realizações de um funcionário, ele pode buscar valor em outro lugar, como em uma nova oportunidade. 

5. Não se reconhece mais na cultura corporativa 

Essa pode ser a causa mais difícil de corrigir. Enquanto outros motivos se concentram no indivíduo, esse geralmente é um problema sobre a empresa. No entanto, promover a comunicação aberta no local de trabalho entre gerentes e funcionários pode aumentar as taxas de retenção.  

Por fim, embora os empregadores normalmente prefiram contratar um funcionário valioso do que contratar alguém novo, perder um profissional não precisa ser uma experiência frustrante. 

Muitos empregadores acreditam que há motivos para otimismo quando os profissionais se demitem: 87% consideram as demissões como uma boa oportunidade para adicionar novos talentos aos negócios. ‘’A saída de funcionários também pode ser uma chance de entender melhor o que pode ser melhorado em sua organização por meio do feedback que surge no processo de saída’’ finaliza Kevin. 

Tags