Home  >  Negócios

Cade mantém determinação contra parceria entre Itaú e Rede

Decisão, anunciada nesta semana, definiu que o acordo de compra entre as empresas deve ser mantida enquanto a investigação ocorre

Da Redação

29/11/2019 às 15h00

Foto: Shutterstock

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) rejeitou por quatro votos a três o recurso do Itaú Unibanco para retomar a promoção realizada em parceria com a empresa de maquininhas Rede.  

Em comunicado, o Conselho determinou que a suspensão “é necessária e deve ser mantida em sua essência, com pequenos ajustes de forma e alteração do prazo de seu cumprimento para 10 dias úteis”. 

O processo em vigor diz respeito a uma promoção registrada em abril de 2019 na qual empresas que utilizam as máquinas da Rede conseguiriam liquidar pagamentos em até dois dias caso o domicílio bancário fosse o do banco Itaú. Porém, esse prazo é de 30 dias para qualquer outro banco. 

Na época, a Superintendência afirmou que “há possibilidade de gerar distorções e comprometer a competição no setor em médio prazo. Nesse sentido, concluiu ser necessário aprofundar a análise de potenciais eficiências geradas por essa conduta no mercado de credenciamento e captura de transações.” 

No mês passado, o Cade também autuou Santander, Elo e Banco24Horas para esclarecimentos sobre possíveis práticas anticompetitivas. 

Tags