Home  >  Negócios

Banco Central indica que 60 fintechs podem começar a operar já em 2020

Além das 60 indicadas pelo presidente da instituição, treze fintechs de crédito já foram autorizadas e 20 ainda estão na lista de espera

Da Redação

25/11/2019 às 9h00

Foto: Flickr/Banco Central

Legenda: Edifício-Sede em Brasília

Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, indicou na última terça-feira (19) que cerca de 60 startups de serviços financeiros podem ser autorizadas a operar ainda no ano que vem. De acordo com a Reuters, essa projeção foi feita com base em conversas com advogados.  

Como explica a agência de notícias, a indicação foi feita durante uma audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal do Brasil. Durante a audiência, Campos Neto apontou também 13 fintechs de crédito que já foram autorizadas pelo Banco Central, além das 20 solicitações que ainda permanecem na fila de espera.   

Durante o evento, Campos Neto falou também sobre o recente movimento de valorização do dólar em comparação com o real. "Como a entrada de recursos foi muito menor que a esperada, e muitos agentes do mercado se posicionaram para capturar esse dólar caindo com essa entrada, e a entrada não veio na mesma magnitude, você tem agora uma volta", afirmou Campos Neto.  

Além disso, o presidente estimou para o segundo semestre do ano que vem o início da implantação em fases do open banking no Brasil. De acordo com o presidente do BC, o pagamento instantâneo também já estará em vigor “no fim do ano que vem”.