Home  >  Plataformas

Google lança OpenTitan, projeto open source para criar chips seguros

Com design aberto, a ideia é que qualquer pessoa ou empresa poderia inspecionar hardware em busca de vulnerabilidades

Da Redação

08/11/2019 às 18h00

Foto: Shutterstock

O Google fechou uma parceria com diversas empresas de tecnologia para o desenvolvimento de um projeto de design colaborativo open source para chips de segurança. Segundo o Google, a coalização que recebe o nome de OpenTitan, busca criar um design de chip confiável para uso em data centers, storage e outros periféricos. Na teoria, com este design, qualquer pessoa poderia inspecionar o hardware em busca de vulnerabilidades de segurança e backdoors. As informações são do Techcrunch.

O OpenTitan deve se basear no próprio chip personalizado do Google, o Titan. A companhia usa o chip em suas chaves de segurança multifatoriais e nos telefones Pixel. Segundo a gigante de tecnologia, o OpenTitan será independente de plataforma e completamente adaptável a qualquer tipo de dispositivo ou software.

O projeto será administrado pela LowRisc, uma comunidade sem fins lucrativos open source de engenheiros. A iniciativa conta com a parceria das empresas ETH Zurich, G+D Mobile Security, Nuvoton Technology e Western Digital, que apoiarão o projeto.

Vale ressaltar que o OpenTitan não é um projeto inédito nesta área. Em 2011, uma coalização de grandes empresas, que incluía também o Google, assim como Facebook e Intel, se dedicou a construir designs de chips seguros para alimentar data centers. O objetivo era concentrar esforços para ganhar eficiência nas operações de data center.

Como o TechCrunch ressalta, a iniciativa do Google vem em um tempo onde governos e gigantes de tecnologia estão tomando mais consciência da ameaça que reside em ataques ao supply chain patrocinados por estados nação.