Home  >  Carreira

Estas são as 10 linguagens de programação mais utilizadas em 2019

Índice ranqueia as linguagens de programação mais utilizadas no mundo todo. Java pode estar a caminho de perder sua hegemonia de primeiro lugar

Da Redação

08/11/2019 às 7h00

Foto: Shutterstock

De acordo com o Tiobe Index, mesmo em constante queda, Java continua sendo a tecnologia mais usada entre programadores. O índice Tiobe organiza as linguagens de programação mais usadas por desenvolvedores no mundo todo e é atualizado uma vez por mês desde 2002.

Desenvolvida pelo cientista canadense James Gosling e lançada em 1995 pela fabricante de computadores Sun Microsystems, o Java se tornou popular em pouco tempo. Em 1999 a tecnologia já ocupava a terceira posição no índice Tiobe, mas foi em 2004 que começou seu reinado que dura até hoje.

No entanto, o reinado desta tecnologia pode estar chegando ao fim. De acordo com o índice, a linguagem C está chegando muito perto de Java, uma diferença de apenas 0,2%. “Pode ser que C seja a linguagem de programação número 1 até o final deste ano”, informa o relatório.

Como funciona o índice?

O índice Tiobe é calculado com base nos números de engenheiros qualificados em todo o mundo, cursos e fornecedores terceiros. Mecanismos de busca populares como Google, Bing, Yahoo!, Wikipedia, Amazon, YouTube e Baidu são usados para calcular as classificações.

Na lista abaixo, conheça as linguagens de programação mais utilizadas pela comunidade desenvolvedora no mundo, até este momento, organizadas de mais para menos usada.

Java

Muito famosa entre a comunidade de programadores, Java é considerada uma linguagem extremamente versátil, permitindo que seja usada em uma infinidade de projetos e aplicações diferentes.

É possível encontrar Java em programas mais complexos, como bancos de dados gigantescos, inteligência artificial e internet das coisas como até mesmo em software de cálculos mais simples como visores de microondas.

Preparamos uma lista com 5 cursos de Java gratuitos e para todos os níveis. Confira no link.

C

C é um clássico. Usada no desenvolvimento de sistemas operacionais, a linguagem é poderosa quando o objetivo é se comunicar com o hardware da máquina, por esse motivo é usada na programação de equipamentos industriais, supercomputadores e sistemas embarcados.

C é uma sucessora da anciã linguagem Assembly, que tem cerca de 70 anos de idade. Mesmo com o objetivo de substituir uma linguagem não mais utilizada, C foi considerada a linguagem do ano em 2008 e 2017. Além disso, é uma aposta para se tornar a número 1 até o final do ano.

Python

Com a crescente importância da carreira de dados, Python ganhou uma incrível notoriedade nos últimos anos, sendo considerada uma linguagem de alto potencial e muito versátil, indispensável para o desenvolvimento de sistemas de dados.

Com Python é possível acessar bibliotecas nativas que oferecem funcionalidades para o desenvolvimento de projetos e implementação de aplicações completas. A tecnologia é tão poderosa que está presente em códigos de grandes produtos da indústria digital, como Instagram, Netflix, Spotify, Reddit, Facebook, Google e muitos outros.

Nesta matéria, listamos os 10 principais motivos pelos quais você deve dominar a linguagem ainda este ano.  Além disso, em parceria com a Code For All, o IT Trends oferece um curso completo de Python que cobre desde o básico ao nível mais avançado. O “Curso de Programação em Python completo” do IT Trends tem duração média de 3 meses e pode ser encontrado pelo link.

C++

C++ é uma extensão da linguagem C criada por Bjarne Stroustrup. O cientista dinamarquês adicionou funções fundamentais como classes e orientação a objetos genéricos e funcionais, o que tornam a linguagem mais moderna e versátil. C++ pode ser interpretado como “C com Classes”.

Visual Basic .NET

Criada pela Microsoft para que seja usada na programação de aplicações Windows, o Visual Basic .NET foi lançado em 2001 e desde então, sua presença no universo da programação só cresce, mas de uma forma não tão acelerada. De acordo com o índice Tiobe, em 2011 a tecnologia ficou em 49°, já neste ano, ocupa a quinta posição.

C#

C# ou C Sharp ocupa a sexta posição do ranking de 2019. Assim como C++, C# também é uma extensão, mas nesse caso uma extensão de Visual Basic .NET. No entanto, sua função que adiciona orientação a objetos foi baseada em C++, com isso, C# é uma linguagem desenvolvida para funcionar dentro da plataforma .NET Framework, da Microsoft.

JavaScript

Principal linguagem de desenvolvimento web, JavaScript é usado de forma massiva no desenvolvimento de aplicações web, mobile e sites no geral. Além disso, JavaScript é a tecnologia mais usada pelo mercado de trabalho e por esse motivo que bootcamps de tecnologia projetam sua grade curricular com forte base em JavaScript. JavaScript é o terceiro integrante das consideradas 3 linguagens de programação mais importantes para aprender em 2019. Nesta matéria também falamos sobre a importância de aprender Java, JavaScript e Python.

PHP

Linguagem com forte presença no desenvolvimento de banco de dados. O PHP foi criado por Rasmus Lerdof em 1995 e atualmente ocupa o oitavo lugar no índice Tiobe. Por ser uma linguagem eficiente no desenvolvimento e operação de banco de dados, o Facebook, que precisa de uma gestão de banco de dados sólida, tem grande parte do seu código fonte escrito em PHP.

No entanto, como explicou Jaob Jackson para a Computerworld americana, PHP é uma linguagem interpretada e por esse motivo tende a rodar de forma mais lenta. “O Facebook se mantém leal ao PHP porque é uma linguagem de programação com a qual os programadores que trabalham para a empresa estão amplamente familiarizados”, escreveu Jackson.

SQL

Outra linguagem fundamental para o desenvolvimento e operação de bancos de dados é a Linguagem de Consulta Estruturada (SQL). No índice Tiobe, a tecnologia ocupa o nono lugar neste ano, fato justificado por sua grande presença em sistemas de big data, que ganharam grande notoriedade nos últimos anos.

Objective-C

Linguagem exclusiva para o desenvolvimento de aplicações para sistemas Apple, desde MacOS até sua versão mobile o iOS. No entanto, Objective-C pode estar com os dias contados. Desenvolvida durante os anos 1980, a tecnologia pode ser substituída por Swift (lançada em 2014, mais moderna e inteligente) em um futuro próximo. Em 2015, Objective-C foi ficou em terceiro lugar no índice Tiobe.