Home  >  Negócios

Vivo lança modelo de franquias para expandir serviço de fibra ótica

Chamado Terra conectado por Vivo Fibra, serviço oferecerá suporte a parceiros regionais para atividades como topologia de rede e backbone nacional

Da Redação

06/11/2019 às 10h00

Foto: Divulgação

A Telefônica Brasil (dona das marcas Vivo e Terra) anunciou que passará a franquear sua plataforma de rede FTTH (fibra) a parceiros locais, de modo a acelerar a implementação da tecnologia em diversos locais do Brasil para regiões que, de início, não seriam priorizadas pela marca. 

O novo negócio, que leva o nome de Terra conectado por Vivo Fibra, terá como foco cidades de 20 mil a 50 mil habitantes, e também municípios ou bairros periféricos de grandes centros urbanos. 

Dentro do modelo de contrato proposto, a Vivo será responsável por proporcionar ao parceiro todo o conhecimento técnico na implementação de uma rede de fibra, e experiência na comercialização de seus produtos e serviços.  

A marca também oferecerá uma série de processos ágeis, treinamentos gerenciais e técnicos, acesso a fornecedores habilitados com preços diferenciados, call center central único, topologia de rede garantindo estabilidade e escalabilidade, saída de Internet (circuitos IP e ponto de conexão com a rede da Telefônica para acesso à Internet) e 115 mil kms de backbone nacional. 

Já o franqueado arcará com o desenvolvimento de toda infraestrutura de rede necessária, bem como a gestão da operação, incluindo vendas, atendimento e instalação.  

Estimativas 

O Terra conectado por Vivo Fibra terá início oficial em 20 de novembro na cidade de Águas Lindas de Goiás, no interior do estado, e atenderá cerca de 80% de cobertura do município. Segundo a operadora, o processo de expansão irá abarcar mais duas cidades no Centro-Oeste e tem um cronograma que prevê cerca de 500 localidades para os próximos três anos. 

Com a iniciativa, a Vivo pode somar mais de 1 milhão de domicílios cobertos com fibra, pelos franqueados, aos 15 milhões já previstos pela expansão própria da companhia, até o final de 2021. 

Para se tornar um franqueado, é necessário se inscrever no site da empresa e cumprir alguns requisitos de estrutura e capacidade financeira. De acordo com a Vivo, o investimento mínimo é de R$ 2,5 milhões, com payback estimado em 4 anos, com Taxa Interna de Retorno de aproximadamente de 30%, e contrato de 120 meses renováveis.