Home  >  Carreira

Fique atento: 7 sinais de que você pode estar perto de um Burnout

Se o seu trabalho o levou ao ponto em que você acha que pode estar se arriscando por um desgaste, fique atento a esses sete sinais

Da Redação, com CIO (EUA)

06/11/2019 às 20h27

Foto: Shutterstock

De repente, após anos de planejamento, gerenciamento, superação de metas e conquista de desafios, você percebe que não se importa mais com o seu trabalho. Atividades antes empolgantes, como liderar, influenciar e inovar, não importam muito mais. Hoje em dia, sua maior emoção relacionada ao trabalho é jogar os jogos que você encontra no Slack.

Há uma palavra para esse sentimento. É o chamado Burnout. Se o seu trabalho o levou ao ponto em que você acha que pode estar se arriscando por um desgaste, fique atento a esses sete sinais.

1. Você não se importa mais

Um sintoma comum do burnout é a diminuição do interesse pelas tarefas e interesses do trabalho cotidiano. Se você deixou de se importar com tudo que está relacionado ao seu trabalho, talvez seja o momento de reorientar-se e pedir uma pausa. Sob estresse crônico, o trabalho que já foi amado e energizado pode começar a parecer pesado, criando uma fonte de infelicidade.

2. Exaustão

Quando nenhuma quantidade de sono ou descanso proporciona um refresco adequado, é hora de dar um passo para trás e examinar por quê. Uma vez que razões médicas tenham sido excluídas, a causa mais provável é o excesso de trabalho. Quando você perde o contato com a missão do seu trabalho tudo o que resta é a rotina diária.

3. Você não tem mais foco

Em TI, o que se espera rotineiramente são soluções rápidas e precisas para problemas complexos. No entanto, muitos problemas de TI, como bugs de hardware e falhas de serviços em nuvem, só podem ser resolvidos por provedores externos, o que geralmente leva tempo. Lidar com essas distrações pode minar a concentração. E, claro, a exaustão que mencionamos no item anterior influenciará diretamente na sua capacidade de se concentrar.

4. Pavio curto

Entrar em discussões com colegas, conhecidos e membros da família, ou de repente abrigar um sentimento geral de frustração e/ou raiva fervente, são sinais de alerta de que algo está seriamente errado. As pessoas que sofrem de burnout estão lidando com o atrito, tanto no local de trabalho como em casa. No caso de líderes, o esgotamento afeta toda a equipe. Nos estágios iniciais, o atrito começa a se formar, tornando mais difícil fazer as coisas dentro e entre as equipes. Nos estágios finais, as equipes começam a perder metas de desempenho.

5. Problemas de saúde

Resfriados mais frequentes, problemas de estômago e outras queixas comuns podem ser um sinal de esgotamento. Junto com as repercussões psicológicas, colocar o corpo em um estado de estresse crônico pode ter um grande impacto em seu sistema imunológico e você pode acabar ficando doente com mais frequência do que o habitual.

6. Não conseguir desligar do trabalho

Não há problema em pensar ocasionalmente em questões de trabalho nos fins de semana ou feriados, mas quando os pensamentos relacionados ao trabalho se tornam constantes e preponderantes, o esgotamento é uma forte possibilidade. Mas tenha em mente que a lista de coisas a fazer nunca parece ficar mais curta, o que cria ansiedade e pode levar à depressão. O desempenho escorregará, porque tudo será uma prioridade primária.

7. Maus hábitos

Acometidos por burnout, muitas vezes, adquirem um "comportamentos de fuga". Isso pode incluir comer alimentos pouco saudáveis, beber ou outros comportamentos para tentar escapar da sensação de esgotamento.

É importante lembrar que o esgotamento não acontece de repente. Não é um interruptor de liga e desliga. , observa ela. Burnout é na verdade muito mais insidioso, gradualmente desbastando os bons hábitos e outros atributos pessoais positivos, como tomar banho e fazer a barba. Seu corpo e sua mente definitivamente lhe darão avisos, mas você tem que estar prestando atenção.