Home  >  Negócios

Quero Educação faz aporte de R$20 milhões e se une com site Melhor Escola

De acordo com Edtech, expectativa é triplicar o número de escolas atendidas pela plataforma

Da Redação

04/11/2019 às 8h00

Foto: YouTube Quero Educação

A startup brasileira Quero Educação anunciou na última sexta (01) um investimento de R$ 20 milhões no buscador de colégio Melhor Escola. As informações são da Reuters.

A Quero Educação possui um marketplace com instituições de ensino na qual consegue descontos na mensalidade e recebe uma porcentagem quando as matrículas são feitas em seu sistema. De acordo com o comunicado da marca, a inclusão do Melhor Escola irá adicionar à sua base 3 mil escolas e 12 mil cursos de nível infantil, fundamental e médio.

Em um ano, o Quero Bolsa é acessado por 60 milhões de usuários. Com a inclusão do Melhor Escola, a edtech pretende aumentar o número de acessos à sua plataforma.

“O objetivo é fazê-lo (Melhor Educação) crescer 50 vezes nos próximos quatro anos, resultado já alcançado pela Quero Educação com outros produtos”, disse o diretor de tecnologia de novos negócios da Quero Educação, Roger Garcia, durante a entrevista feita para a agência de notícias.

O aporte acontece em um momento aquecido para o mercado de educação. Além da fusão de gigantes como a Cogna (ex-Kroton), o número de startups voltadas para essa área anda bastante aquecido:  de acordo com dados da Associação Brasileira de Startups (ABStartups), a área de educação é que conta com o maior número de empresas novatas – são 748 companhias.