Home  >  Negócios

Para Gartner, gastos com wearables devem crescer 27% em 2020

O faturamento de vendas de dispositivos vestíveis deve alcançar US$ 50 bilhões no próximo ano; setor de relógios inteligentes deve puxar crescimento

Da Redação

31/10/2019 às 11h00

Foto: Shutterstock

Números divulgados pela empresa de análise Gartner mostram que a compra de dispositivos vestíveis deve permanecer firme e forte no próximo ano. De acordo com a firma, 2020 apresentará crescimento de 27% nos gastos do usuário final. Sendo que o valor movimentado pela aquisição desses equipamentos, que atualmente em US$ 40,5 bilhões, será de US$ 51,5 bilhões. 

Os smartwatches vão corresponder a US$ 22 bilhões do total de gastos estimados. Segundo os dados, o aumento de compra se dará por conta da diminuição de preços de dispositivos, resultado do crescimento da competição no mercado, que possui players de destaque como Samsung, Fitbit e Xiaomi. 

Visores de realidade virtual estão no segundo lugar de equipamentos mais comprados, representando US$ 10,6 bilhões de compras. Em terceiro lugar ficam os phones bluetooth como os AirPods, representando US$ 8,7 bilhões do número total. 

E o uso desses dispositivos só tende a aumentar: para a Gartner, o total de gastos em 2021 será de US$ 62,9 bilhões em compras de wearables. Abaixo, confira a tabela com mais detalhes de valores. 

 

*Com informações do TechCrunch

Tags