Home  >  Negócios

Facebook pode encarar multa de US$ 35 bilhões por reconhecimento facial

Estado de Illinois acusa gigante de tecnologia de utilizar reconhecimento facial sem consentimento de 7 milhões de pessoas

Da Redação

22/10/2019 às 14h00

Foto: Shutterstock

Um processo aceito por um tribunal de segunda instância dos Estados Unidos pode gerar uma multa no valor de US$ 35 bilhões ao Facebook. As informações são do Estadão. A acusação, feita pelo Estado de Illinois, afirma que a gigante da tecnologia utilizou reconhecimento facial sem consentimento em 7 milhões de pessoas e não avisou os usuários o tempo de armazenamento dos dados.

Um dos juízes que recebeu a ação concordou que os dados faciais poderiam ser usados para a identificação de pessoas em vídeos de segurança e para destravar aparelhos celulares. No entanto, a rede social defende que a tecnologia foi desenvolvida com o intuito de identificar amigos em imagens na plataforma. "O Facebook sempre avisou as pessoas sobre o uso de reconhecimento facial e deu a elas controle sobre o seu uso. Estamos estudando nossas opções e vamos continuar a nos defender vigorosamente", declarou a empresa.

Segundo as fontes, a prática foi iniciada em 2011, e desde 2015 a companhia de Mark Zuckerberg vem tentando barrar o processo. Agora, o Facebook poderá ter que pagar multas entre US$ 1 mil e US$ 5 mil por cidadão, resultando um valor máximo de 35 bilhões de dólares.

Caso confirmado, o valor da multa será sete vezes maior que a pena definida no caso Cambridge Analytica, de US$ 5 bilhões - a maior multa da história aplicada a uma organização de tecnologia nos Estados Unidos. A possibilidade já assustou o mercado, e as ações do Facebook recuaram 2,25%.