Home  >  Negócios

Uber anuncia nova leva de demissões: desta vez, mais 350 funcionários

Esta é a terceira e última fase de demissões de um processo que começou no início deste ano

Da Redação

14/10/2019 às 19h00

Foto: Shutterstock

A Uber anunciou nesta segunda-feira (14), a demissão de cerca de 350 funcionários de diferentes equipes da organização. De acordo com informações do TechCrunch, essa é a terceira e última fase de demissões do processo que começou no início deste ano.

Os cortes foram divulgados pelo CEO da Uber, Dara Khosrowshahi, por e-mail aos colaboradores. Os afetados incluem funcionários do aplicativo de entregas Uber Eats, da área de marketing de desempenho, grupo de tecnologias avançadas, recrutamento, entre outros.

“Dias como hoje são difíceis para todos nós, e nós faremos tudo o que pudermos para garantir que não precisaremos ou teremos outro dia como esse pela frente”, escreveu Khosrowshahi no e-mail. “Todos temos que fazer parte do estabelecimento de uma nova forma de trabalho: identificando e eliminando trabalhos duplicados, mantendo altos padrões de desempenho, fornecendo feedback direto e agindo quando as expectativas não estão sendo atendidas, e eliminando a burocracia que tende a rastejar à medida que as empresas crescem.”

No total, as demissões representam cerca de 1% da empresa. A medida foi tomada cerca de um mês depois da demissão de 435 funcionários das equipes de produtos e engenharia e menos de três meses depois que a companhia cortou cerca de 400 pessoas da equipe de marketing. A maioria dos departamentos da Uber já foi afetada pelas demissões.

"Como você sabe, nos últimos meses, nossos líderes analisaram cuidadosamente suas equipes para garantir que nossas organizações sejam estruturadas para o sucesso pelos próximos anos", escreveu Khosrowshahi. "Isso resultou em mudanças difíceis, mas necessárias, para garantir que tenhamos as pessoas certas nas funções certas nos locais certos e que sempre nos responsabilizemos pelo desempenho máximo."