Home  >  Negócios

Telecoms começam a testar tecnologia 5G em centros comerciais

Algar Telecom e TIM iniciaram na semana passada experimentações com conexão ultrarrápida em locais com acesso ao grande público

Da Redação

14/10/2019 às 8h00

Foto: Shutterstock

Apesar de a comercialização da tecnologia 5G ainda estar em um futuro relativamente distante, companhias brasileiras já estão fazendo testes para entender o funcionamento da nova conexão.

De início, as experimentações foram realizadas em espaços fechados, como laboratórios e instituições de ensino, mas agora as empresas de telecomunicação começam a aproximar o público da nova tecnologia. Na última semana, Algar Telecom e TIM iniciaram testes 5G em centros comerciais de grande movimentação.

 

Internet ‘gourmet’

A estratégia da TIM para apresentar o 5G em lugares de grande circulação ficará apoiada em “degustações” realizadas em cerca de 10 lojas espalhadas pelo Brasil. A pioneira é a unidade do Shopping Ibirapuera, em São Paulo, que iniciou as experimentações na última sexta (11) e deve mantê-las até dezembro

De acordo com o comunicado emitido pela companhia, a demonstração utiliza a tecnologia 5G da Ericsson, em rede comercial em fase de testes, instalada mediante licença específica da Anatel. No local, as pessoas poderão utilizar um smartphone LG V50 para testar a velocidade da nova rede e um kit de realidade virtual cedido pela Intel.

Dentro de casa, a operadora conta com dois Living Labs – em Florianópolis (SC) e Santa Rita do Sapucaí (MG) – para estudo e aprimoramento e projetos paralelos de teste, como a parceria com o Cubo Itaú para ceder conexão de alta velocidade às startups residentes no local.

"[...] Nos living labs, já estão sendo desenvolvidas soluções que podem impactar o cotidiano das pessoas e das empresas em áreas muito relevantes para o Brasil, como saúde, educação e segurança. As startups do Cubo Itaú também poderão, em breve, testar seus projetos 5G. A ideia é justamente preparar esse ecossistema de inovação para que possamos aproveitar o poder transformador da rede de quinta geração", explica Leonardo Capdeville, CTIO da TIM Brasil.

 

Conexão no interior

Já a Algar Telecom disponibilizará até 20 de outubro no Espaço Ciranda, em Uberlândia (MG), óculos de realidade virtual PICO NEO 6DoF All-in-one com jogos na nuvem, um smartphone Huawei Mate 20X 5G para testes de velocidade e um painel comparativo das tecnologias 4G e 5G.

A apresentação para o público só foi possível após a obtenção da licença de permissão da Anatel para uso da faixa de 3,5 MHz, conseguida em agosto exclusivamente para teste e pesquisa científica. Colaboraram com a companhia a equipe da Faculdade de Computação da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e a fabricante de smartphones e aparelhos de telecomunicação Huawei.

Nos testes realizados para mensurar a latência (que pode ser entendida como demora para se carregar uma página ou executar uma ação) os experimentos com o 5G chegaram a 6 ms. No 4.5G, em boas condições, a latência é de 15 ms.

“Como as especificações da nova arquitetura do core de rede do 5G ainda estão em andamento, a tendência é que caia ainda mais, permitindo no futuro serviços de maior confiabilidade e baixa latência, como carros autônomos, controle de drones e robôs a distância”, explica Luis Lima, diretor de operações e tecnologia da Algar Telecom.