Home  >  Negócios

Arm se une à GM e Toyota para desenvolver sistemas para carros autônomos

Primeira tarefa da empresa será estabelecer arquitetura de computação que facilite criação de software de diferentes fornecedores

Da Redação

14/10/2019 às 15h00

Foto: Shutterstock

A Arm Holdings, empresa britânica de tecnologia e desenvolvimento de chips, está se juntando à General Motors (GM) e Toyota para desenvolver sistemas de processadores para carros autônomos. A Arm opera com a indústria automotiva desde os anos 1990, quando as montadoras resolveram adicionar sistemas de controle e diagnóstico de motores em seus veículos. As informações são da Reuters.

De acordo com a agência, a primeira tarefa da empresa será estabelecer uma arquitetura de computação comum para facilitar a criação de softwares para que empresas de automóveis possam trabalhar com chips de diferentes fornecedores. Como faz a Microsoft, que pode operar tanto com processadores Intel como processadores AMD.

Chet Babla, vice-presidente de automóveis da Arm disse em entrevista à Reuters que teve a oportunidade de andar em quatro tipos de veículos autônomos em sua última viagem aos EUA e China. “Eles eram ótimas plataformas de protótipos para provar o software, mas quando pedi para ver os eletrônicos que alimentavam esses veículos, literalmente eram servidores em baús. Ainda temos um longo caminho a percorrer”, diz.

Na última terça-feira (08) a Arm anunciou que estava trabalhando para criar o Consórcio de Computação Autônoma para Veículos (AVCC), junto com as empresas Bosch, Denso e Continental. Como explica a Reuters, o AVCC deve ser um grupo independente financiado por taxas de associação das empresas que ingressam.