Home  >  Negócios

Empresas que apoiam causas sociais têm melhores resultados?

Brasileiros esperam que empresas contribuam mais com a sociedade. Tema será discutido durante IT Forum X

Da Redação

30/09/2019 às 16h00

Foto: Shutterstock

Pesquisas revelam que a maioria dos brasileiros prefere consumir marcas que apoiam causas sociais. Isso mostra que o posicionamento das empresas sobre assuntos relevantes impacta diretamente no engajamento do consumidor.

Organizações que defendem causas sociais têm melhor reputação e, consequentemente, atraem maior clientela. Essas iniciativas, mesmo que não motivadas pelo lucro, acabam gerando, também, resultados financeiros positivos. Um estudo feito pelo Instituto Ipsos, em parceria com a ESPM, o Instituto Ayrton Senna e a consultoria Cause, mostra que dos 1,2 mil entrevistados, 77% esperam que as empresas contribuam mais com a sociedade do que no passado.

Michael Porter, professor da Universidade de Harvard, explica que essas iniciativas refletem a tendência mundial do novo comportamento do consumidor. “Empresas podem reaproximar negócios e a sociedade se elas redefinirem seus propósitos para criar ‘valor compartilhado’ – gerando valor econômico de uma forma em que também produza valor para a sociedade encarando os desafios dela.”

Nos últimos anos, as ações sociais estão ganhando mais força. Empresas dos mais diversos setores estão buscando atrelar a sua imagem a causas que tenham a ver com o seu negócio, seja por pura consciência social, seja pelo retorno sobre a sua imagem. Pensando em esmiuçar o assunto, especialistas abordarão o tema durante o painel "A era das causas e o que você e sua empresa têm a ver com isso", que acontecerá no dia 17 de outubro durante o IT Forum X. A 7ª edição do evento receberá mais de 250 palestrantes em diferentes palcos e praças de conteúdo. O tema principal desse ano será “Eu 5.0”, que busca posicionar o ser humano no centro da discussão tecnológica.

Para falar sobre o assunto estarão presentes:

Cristiana Brito, BASF

Cristiana Xavier de Brito trabalha há mais de 25 anos em empresas nacionais e multinacionais com foco em gestão, relações públicas, comunicação, marketing e sustentabilidade, além de participar em conselhos de organizações não governamentais. Graduada em Comunicação Social pela Fundação Armando Álvares Penteado, fez MBA em Marketing na Universidad Iberoamericana, cursou Especialização em Administração para Graduados na Fundação Getúlio Vargas e Criação de Valor Compartilhado na Harvard Business School. Em 2015, esteve entre os Comunicadores do Ano pela Aberje e em 2017, participou do livro Gestão da Reputação.

Eliezer Silveira Filho, Azion Technologies

Eliezer Silveira Filho possui 15 anos de experiência em marketing e construiu sua carreira trabalhando em grandes empresas de tecnologia, sendo nomeado um dos 3 melhores CMOs do mercado de TI, segundo a IT Mídia 2018. Na Azion desde o início de 2019, o executivo lidera a estratégia go-to-market da companhia globalmente. Suas atividades sociais incluem temas como LGBTQ, diversidade em geral e inclusão digital.

Eduardo Lopes, Facebook

Eduardo Lopes é idealizador e diretor da Estação Hack do Facebook, primeiro centro de apoio à inovação da empresa no mundo. Anteriormente, foi diplomata de carreira, atuando em negociações internacionais em temas de comércio e desenvolvimento na ONU, no Oriente Médio e no Mercosul. Bacharel em Direito e Mestre em Relações Internacionais pela USP, possui MBA em Gestão pela EAESP-FGV.

Claudia Romanelli, IBM

Claudia Romanelli é líder de Cidadania da IBM para América Latina e possui mais de 20 anos de experiência na IBM na área de Vendas e Delivery. Na companhia, a executiva liderou diferentes Unidades de Solução, Serviços Profissionais, Infraestrutura e Outsourcing no Brasil; além de Delivery de Consultoria/AMS em SSA. Recentemente, foi responsável por Watson Financial Services na América Latina, atingindo resultados relevantes nos grandes Bancos da região. Em paralelo, Claudia trabalha como voluntária há mais de 25 anos em ONGs do Brasil e Argentina, focando em empoderamento de mulheres em risco social, combatendo pobreza extrema, e iniciativas de empreendedorismo social.

O painel será mediado por Cris Vargas, gerente de IT Client Service Excellence and Engagement na Serasa Experian. A executiva iniciou sua carreira na empresa no programa de Trainee em 2003 e antes de assumir a posição atual foi líder do time de Governança de TI e Desenvolvimento de Sistemas. Formada em Ciências da Computação (Unisantos) com MBA em Gestão Estratégica de TI na FGV, atua também como Líder do Grupo de Afinidades de Gênero e do Grupo Global Mulheres em TI.

O IT Forum X acontecerá nos dias 16 e 17 de outubro no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Outros temas como big data, metodologias de aceleração, cidades inteligentes, 5G e conectividade serão abordados durante o evento. Para mais informações, clique aqui.

 

Tags