Home  >  Carreira

63,5% das empresas brasileiras não possuem políticas de trabalho remoto

Em contrapartida, estudo da Convenia e Ahgora mostra que 58% dos trabalhadores consideram ou querem trabalhar home office

Da Redação

23/09/2019 às 11h01

Foto: Shutterstock

O home office é tendência mundial e está gradualmente sendo adotado pelo mercado de trabalho. De acordo com uma pesquisa da consultora inglesa Hays, um em três profissionais aponta que já trabalham home office. Mundialmente, o número cresceu de 35% para 51% entre 2017 e 2018, diz a pesquisa.

Mas como essa tendência se reflete no Brasil? A HRTech Convenia e a empresa de gestão de pessoas Ahgora realizaram uma pesquisa com mais de 1000 profissionais de pequenas e grandes empresas com objetivo de mapear o home office no Brasil. O estudo entrevistou profissionais de gestão de pessoas, controladoria, contabilidade, administrativo, financeiro e outros departamentos.

Segundo o relatório, 63,5% das empresas brasileiras ainda não possuem uma política de trabalho remoto e 53,2% tem a cultura da empresa como um fator limitante. Já com relação aos trabalhadores que não trabalham home office, 58,8% consideram ou querem trabalhar remotamente.

Com relação às dificuldades de adaptação, para 47,8% das empresas ouvidas, o controle nas horas para a gestão da jornada de trabalho é uma das barreiras. Manter a produtividade foi outro desafio apontado por 40% dos entrevistados.

Para finalizar, a pesquisa aponta como a tecnologia pode atender aos desafios que a chegada de um novo modelo de trabalho pode trazer. Entre as dicas estão o uso de aplicativos de registro com reconhecimento facial e plugins para marcação de ponto no navegador de internet ponto via celular. Confira a pesquisa completa no link.