Home  >  Negócios

Mercado brasileiro apresentou leve crescimento na venda de PCs, aponta IDC

Foram vendidos 431 mil desktops e 1,017 milhão de notebooks no segundo trimestre de 2019; percentual é 0,3% maior do que apresentado ano passado

Da Redação

18/09/2019 às 16h38

Foto: Shutterstock

O número de vendas de desktops e notebooks apresentou uma ligeira expansão entre os meses de abril a junho de 2019 quando comparado com os resultados do ano passado, de acordo com estudo da IDC Brasil. Segundo a consultoria, foram vendidas 1,448 milhão de máquinas, o que gerou uma receita de R$ 4,1 bilhões, crescimento de 12% em relação ao segundo trimestre de 2018. Falando sobre o número totais de equipamentos comercializados, o percentual ficou em 0,3%.

Analisando o resultado por setor, o mercado bancário e o de manufatura contribuíram bastante para esse movimento. Já no varejo, o crescimento em relação ao segundo trimestre do ano passado foi menor – apenas 0,5% -, mas bastante positivo em relação aos três primeiros meses de 2019, que tinha sofrido queda de 8%. No segundo trimestre deste ano foram vendidos 912 mil computadores, sendo 141 mil desktops, aumento de 12% em relação ao segundo trimestre de 2018, e 771 mil notebooks, queda de 1%.

"O mercado gamer já vinha se mostrando importante desde o ano passado e ficou ainda maior este ano, ajudando o segmento de computadores de mesa a crescer”, Wellington La Falce, analista de mercado da companhia. No quesito preço, os desktops ficaram 14% mais caros e os notebooks 8%, levando os valores para, respectivamente, uma média de R$ 2.150 e R$ 2.670.

A estimativa da IDC para o mercado de desktops entre julho e dezembro é de crescimento de 6% e vendas de 350 mil máquinas a mais do que em 2018. Já os notebooks, devem sofrer uma pequena retração no semestre, com a venda de 15 mil máquinas a menos.

 

Tags