Home  >  Inovação

Por que a nova tecnologia que habita o iPhone 11 será o futuro de tudo

Apple tem grandes ambições para seu novo chip de banda ultralarga. E ele promete ser tão revolucionário quanto o Bluetooth foi

Mike Elgan, Computerworld (EUA)

17/09/2019 às 12h00

Foto: Shutterstock

Na semana passada, a Apple apresentou para o mundo a sua nova linha de iPhones. Durante o evento, todos os olhos acabaram se voltando para o novo sistema de câmeras dos dispositivos, mas a verdadeira revolução dos aparelhos sequer foi citada.

O iPhone 11 e o iPhone 11 Pro são equipados com um chip chamado U1. Projetado para identificar a localização de objetos próximos, a novidade permite que os usuários transfiram arquivos via AirDrop apenas apontando o aparelho para outro dispositivo.

É verdade que a Apple está atrasada na introdução de novas tecnologias. Por exemplo, os novos iPhones não suportam 5G, apesar de os concorrentes chineses e coreanos já estarem oferecendo smartphones com a tecnologia. No entanto, o iPhone é o primeiro e único celular de relevância que suporta banda ultralarga (UWB).

A liderança da gigante de Tim Cook em UWB lembra o lançamento agressivo da empresa com o Bluetooth 4.0 há alguns anos. O salto do Bluetooth 3.x para o 4.0 foi gigantesco e, durante meses, a Apple foi a única grande empresa que o apoiou - o iPhone 4S foi o primeiro smartphone importante a suportar o Bluetooth 4.0 e o iPad foi o primeiro tablet.

Curiosidades sobre a tecnologia UWB

- O UWB pode identificar a localização de objetos com precisão de 30 cm, atravessando paredes com facilidade e sem interferir no Wi-Fi. Além disso, ele pode transferir dados de até 8 Mbps, o que é muito mais rápido que o Bluetooth.

- O UWB mede o tempo do sinal do dispositivo para identificar a localização, permitindo saber não apenas em que direção um objeto está, mas a que distância.

- O UWB passa com segurança pelos corpos humanos.

- As tecnologias UWB provavelmente substituirão a maioria das aplicações de Bluetooth LE e até do RFID.

O RFID, como o Bluetooth LE, é barato e já está amplamente implementado. Porém, o UWB é muito mais preciso e é compatível com ambientes em que outros padrões sem fio estão sendo usados ​​- especialmente em hospitais, onde não deve haver interferência em dispositivos médicos.

Apple está construindo um monstro de banda ultralarga

Como dito anteriormente, o U1 permite a transferência de arquivos apenas apontando o dispositivo - inclusive essa foi a única funcionalidade apresentada pela Apple durante o evento. Mas esse é apenas o começo do que a companhia está planejando.

Rumores, vazamentos e suposições sugerem que a Apple está trabalhando em um sistema semelhante ao Tile para encontrar qualquer objeto com pequenos dispositivos que a empresa deverá vender no futuro. O Tile é um produto que usa "etiquetas" Bluetooth, que o usuário pode colocar nas chaves, na carteira ou no cachorro, para que em caso de perda possa usar o aplicativo Tile para encontrar.

Caso seja confirmada, a versão da Apple usará UWB, tornando a solução muito melhor que o Tile. Os itens marcados poderão aparecer em um aplicativo chamado "Find My", junto com outros dispositivos Apple. Outras especulações sugerem uma interface de realidade aumentada, para que o usuário possa movimentar seu iPhone e um balão virtual mostrar a localização do objeto perdido.

Outro detalhe interessante é que a tecnologia poderá permitir o cadastro de "locais seguros", onde os itens não serão considerados perdidos. Caso eles deixem esses locais, o aplicativo alertará o usuário. Por exemplo, se você deixar a sua carteira em um Uber, poderá abrir o aplicativo "Find My" para inserir esse objeto no "Modo Perdido". Outros usuários da Apple serão notificados e entrarão em contato para ajudá-lo.

A Apple quase certamente tem grandes planos para o UBW e o chip U1. Lembra dos iBeacons? É o sistema de beacon da Apple (lançado em 2013) para lojas de varejo, locais públicos e outras aplicações. A ideia por trás do iBeacons é que você coloque sensores de localização em todo o lugar, para que alguém com um iPhone ou outro dispositivo possa navegar. No início deste ano, uma patente europeia da Apple revelou uma versão UWB do iBeacons, chamada "Node Anchors".

Os iBeacons da Apple atualmente têm base no Bluetooth LE. É bastante impreciso, no entanto, porque leituras falsas são facilmente produzidas por alguém que esteja no caminho. A versão UWB deverá ser muito melhor e mais precisa.

Algumas empresas de automóveis estão usando a tecnologia UWB para chaveiros sem fio, o que é mais seguro do que outras tecnologias. É fácil imaginar a Apple convencendo as empresas automobilísticas a oferecer suporte ao chip U1 para desbloqueio seguro dos carros com um iPhone.

Além disso, há quatro anos, a Apple lançou um aplicativo chamado "Indoor Survey", projetado para permitir que os empresários mapeiem locais internos com base na força dos sinais Wi-Fi e Bluetooth. A ideia era melhorar os aplicativos de lojas e locais que usavam as tecnologias iBeacons e queriam oferecer serviços de navegação interna. A Apple atualizou silenciosamente o Indoor Survey há algumas semanas. Coincidência? Provavelmente não.

Aproveite as novas câmeras do iPhone. Mas esteja preparado para a verdadeira revolução. O chip U1 e UWB da Apple deverão inaugurar um novo mundo de busca de objetos, jogos de realidade aumentada, aplicativos automotivos, mapeamento de locais em alta definição e muito mais.