Home  >  Plataformas

3 dicas essenciais para melhorar o desempenho da nuvem

Problemas com o desempenho da cloud? Em alguns casos não se trata de gastar mais dinheiro com armazenamento. Listamos aqui fatores a considerar antes

*David Linthicum, Inforworld (EUA)

16/09/2019 às 8h00

Foto: Shutterstock

Aqueles que enfrentam problemas de desempenho de cloud computing têm, geralmente, a tendência de simplesmente aumentar o número de recursos da carga de trabalho disponível. Isso significa adicionar maior armazenamento, mais núcleos / CPUs ou aumentar a memória. Os provedores de nuvem dariam o mesmo conselho. Claro que eles têm boas intenções, mas também ganham mais dinheiro se os usuários aumentarem os recursos.

No entanto, em alguns casos não se trata apenas de gastar dinheiro. Atualmente, a engenharia de desempenho em nuvem está se tornando mais sofisticada. Portanto, considere os seguintes fatores:

Verifique o aplicativo. O baixo desempenho da carga de trabalho na nuvem é geralmente atribuído a recursos insuficientes, mas o cerne da questão é um aplicativo mal projetado, mal programado e mal implementado. Alterações simples de código e design fazem maravilhas para resolver a maioria dos problemas de desempenho que você encontrará e, ao mesmo tempo, utilizam recursos mínimos ​​baseados em nuvem, o que significa que os gastos não aumentarão.

Verifique a latência da rede intracloud. Embora assumamos que a largura de banda da rede intracloud excederá todos os requisitos de carga de trabalho, esse nem sempre é o caso. Muitas vezes, quando a carga de trabalho é dissociada da fonte de dados, o problema de desempenho é a largura de banda entre a instância da máquina que hospeda a carga de trabalho e a fonte de dados, seja intracloud ou intercloud.

É complexo verificar a largura de banda intracloud, mas não impossível. Aprenda como diagnosticar problemas com as ferramentas nativas do seu provedor de nuvem. Além disso, verifique também a largura de banda das interfaces do usuário.

Verifique o banco de dados. Assim como os aplicativos, a maioria dos problemas de desempenho dos bancos de dados, baseados ou não na nuvem, provém de uma estrutura mal projetada, não lenta. O que você faz para melhorar o desempenho dependerá amplamente do banco de dados, mas muitos consideram os esquemas de utilização e armazenamento em cache para aumentar a resposta à carga de trabalho.

Esses são apenas três dicas para ter em mente, mas há muito mais na engenharia de nuvem. Na verdade, essa deve se tornar, inclusive, uma função no mercado de trabalho futuro para quem operar sistemas baseados em nuvem a longo prazo.

*David S. Linthicum é diretor de estratégia de cloud da Deloitte Consulting e especialista em indústria e líder de pensamento reconhecido internacionalmente