Home  >  Carreira

Mesa bagunçada? Como um ambiente desorganizado prejudica a produtividade

Itens em excesso podem ter impacto direto no seu desempenho; confira objetos “culpados” e quais podem ficar próximos sem problemas

Da Redação

14/09/2019 às 10h44

Foto: Shutterstock

Coisas demais no seu espaço de trabalho te deixam mais estressado. Pelo menos, esse é o resultado de um estudo divulgado pela Universidade da Califórnia (UCLA) sobre o impacto que um ambiente bagunçado causa no nosso organismo. De acordo com a análise, nosso nível de cortisol aumenta e sobrecarrega nossos sentidos quando estamos em um local desorganizado, o que faz com que os níveis de concentração caiam de forma significativa.

Além do impacto psicológico, conviver em um ambiente cheio de items também apresenta um resultado prático: passar mais tempo procurando por coisas. Segundo o aplicativo de localização Pixie, os americanos passam, em média dois dias e meio por ano buscando algo perdido.

Seja por um motivo ou outro, repensar na utilidade do que está ao redor pode fazer a diferença para seu bem-estar. Esse texto da Fast Company dá dicas sobre o que pode ajudar (ou não) a manter o foco.

O que deixar na sua mesa

No mundo ideal, nada. Porém, se essa medida for algo muito extremo na vida, vale manter apenas coisas estritamente necessárias para o trabalho, por exemplo:

  • O computador, junto com mouse e teclado;
  • Um caderno, caso você goste de fazer anotações;
  • Uma bebida;
  • Ferramentas que você usa sempre e que acabaria perdendo buscando todas as vezes, como uma régua, tesouras, fone de ouvido etc.

O que vale repensar

Surpreendente (mas não muito), o smartphone deveria ser a primeira coisa a ser escondida, já que o dispositivo costuma ser o maior responsável por distrações durante o trabalho.

Já outro item (esse, bem mais surpreendente) que também deve ficar guardado é a lista de tarefas, caso você faça uma. Isso porque ela pode te desconcentrar do que se está fazendo no momento — exatamente o oposto do objetivo que a gente propõe nesse texto.

Em resumo: quando se fala da mesa de trabalho, menos é mais.