Home  > 

Com foco em músicos independentes, Spotify compra SoundBetter

Da Redação

12/09/2019 às 17h41

Foto: Shutterstock

O Spotify anunciou nesta quinta-feira (12) a aquisição da SoundBetter, um marketplace que conecta produtores musicais a projetos específicos. O valor da compra não foi anunciado pelo Spotify.

A aquisição vai além do modelo de negócios central da plataforma de streaming e integra parte dos esforços do Spotify em criar mais serviços para músicos. Segundo informações do TechCrunch, a SoundBetter tem cerca de 180 mil usuários registrados e já pagou mais de US$ 19 milhões a músicos e produtores até o momento, sendo US$ 1 milhão a média mensal.

A SoundBetter, foi fundada em 2012, em Nova York, EUA, e desde então opera dois principais serviços. Um mercado digital para músicos contratarem outros músicos, engenheiros de som, produtores e profissionais do ramo e outro que foi lançado em junho deste ano chamado Tracks, uma plataforma para que seus usuários publiquem álbuns e músicas de forma independente.

As operações da SoundBetter não devem ser desativadas com a venda, disse um porta-voz do Spotify ao Techcrunch. Beckwith Kloss, vice-presidente de produtos e um dos criadores do Spotify, explica que a empresa quer que criadores tenham os recursos necessários para participar das plataformas desenvolvidas pelo Spotify. “O SoundBetter tem a mesma visão”, diz.

"Estamos empolgados com o fato de os criadores poderem gerar receita através do SoundBetter, além de se beneficiarem de sua rede de profissionais - de instrumentistas a compositores e produtores - enquanto aperfeiçoam suas faixas."

Já Shachar Gilad, CEO da SoundBetter, conta que sua startup atende usuários de cerca de 176 países e cerca de 14 mil cidades do mundo. "Estamos empolgados em nos beneficiar da escala global, recursos e visão do Spotify para expandir nossa rede e gerar mais oportunidades econômicas para artistas de todos os níveis”, conta Gilad.

 

Deixe uma resposta