Home  >  Negócios

We Company anuncia primeira mulher para conselho administrativo

Frances Frei é professora de tecnologia e operações na Harvard Business School e consultora da empresa desde março de 2019

Da Redação

05/09/2019 às 16h38

Foto: Shutterstock

Legenda:

A The We Company, holding que detém o WeWork, anunciou nessa quarta-feira (4) a chegada de uma mulher ao conselho administrativo e cancelou o pagamento de US$ 5,9 milhões ao seu presidente-executivo Adam Neumann pelos direitos da marca "We". De acordo com informações do TechCrunch, o novo membro do conselho é Frances Frei, professora de tecnologia e operações na Harvard Business School e consultora da empresa desde março de 2019.

As decisões foram tomadas depois de diversas críticas por parte dos investidores no mês passado, quando a companhia anunciou seus planos de abertura de capital. Na ocasião, grupos de acionistas pressionaram a The We Company por maior diversidade no conselho corporativo como meio de melhorar o desempenho da empresa. Inicialmente, a companhia planejava ir a público com um conselho formado exclusivamente por homens.

As medidas de mudanças também incluem o cancelamento da transação de US$ 5,9 milhões entre a The We Company e a WE Holdings LLC, que detinha a marca registrada "We" e era de propriedade de Adam Neumann. Ou seja, o presidente-executivo da empresa havia concordado em fechar um acordo consigo mesmo no valor de quase US$ 6 milhões para que a sua própria companhia pudesse utilizar a marca "We".

No primeiro semestre de 2019, a The We Company apresentou prejuízo 25% maior do que no mesmo período do ano passado. Com todas as polêmicas, a empresa está sendo chamada de "pesadelo de governança corporativa" pelo público.