Home  >  Negócios

Como a Hinode quer usar tecnologia para auxiliar consultores e clientes

CEO Marilia Rocca explicou durante o Digital Commerce Experience os planos futuros da empresa

Mônica Wanderley

30/08/2019 às 11h53

Foto: Shutterstock

Referência em marketing multinível no Brasil, a Hinode está chamando a atenção do mercado por conta dos seus resultados financeiros expressivos. Fechou 2018 com faturamento total de R$ 2,7 bilhões, número 80% maior do que o R$ 1,5 bilhão registrado em 2016.

Em entrevistas comentando o sucesso de vendas, boa parte do resultado obtido é creditada aos quase 300 mil consultores ativos da companhia (sendo que existem 850 mil cadastrados) e mais de 450 franquias, responsáveis por fazer a distribuição dos produtos da empresa — que variam de perfumes a shakes emagrecedores.

Durante painel realizado no Digital Commerce Experience Marilia Rocca, CEO da empresa, mencionou as iniciativas adotadas pela companhia para empoderar esses públicos e como, em um futuro não muito distante, a marca espera utilizar a tecnologia para proporcionar novas experiências de uso capazes de fidelizar consumidores e potencializar vendas.

Bancarizando a força de vendas

De acordo com Rocca, 60% do time de consultores ativos da Hinode são compostos de pessoas das classes D e E. Por conta desse perfil, a existência das franquias foi crucial para que essa população pudesse ingressar nesse mercado, pois os estabelecimentos aceitam diversas formas de pagamento e eliminam a necessidade de capital de giro para criar e manter um estoque.

“Cerca de 28% do faturamento de muitas franquias é em espécie porque o consultor faz o investimento em um produto novo com o dinheiro que ele recebeu da venda de um item anterior. E ter um ponto físico realmente viabiliza esse e outros meios de pagamento”, explica

Outra característica importante sobre os consultores da Hinode é que uma parte significativa (cerca de 50 mil) não tem conta bancária. Atualmente, empresa lida com essa questão emitindo ordens de pagamento como modelo de remuneração. Nos últimos meses, a empresa adotou duas iniciativas para otimizar a rotina desse público.

A primeira é uma parceria em 40 cidades com a startup de entregas Loggi. Nesse piloto, consultores fazem o pedido dentro do sistema interno da firma e recebem a encomenda em até duas horas. Já a segunda ação é uma parceria com as empresas GetNet e Super Digital para oferecer máquinas de cartões de débito e crédito (e uma conta digital) para toda base de consultores e franqueados.

“A gente não segue uma estratégia única e sim numa multiplicidade de inovações tecnológicas. Acredito que temos a obrigação de entender esse ecossistema da gente, que é muito diferente. Precisamos compreender a necessidade dessa população e nos adequarmos a ela”, afirma a executiva.

Experiência  e personalização

Atualmente, a Hinode está passando por uma reestruturação que pretende eliminar metade dos 680 produtos disponíveis em seu portfólio e remodelar os restantes. Em linha com esse momento , a companhia pensa em como melhor integrar soluções tecnológicas dentro do seu ecossistema.

“A gente está revendo nossas plataformas para entender como [esses canais de atendimento e suporte] vão se conversar. Estamos fazendo várias experimentações com as franquias e imaginando um mundo integrado entre a colocação dos pedidos, o CRM do consultor e ferramentas, por exemplo, de diagnóstico de pele, anamnese de necessidades nutricionais ou de produtos de performance", explica Rocca.

De acordo com a CEO, a Hinode adota um posicionamento omnichannel, respeitando o perfil do consultor e oferecendo soluções que atendam pessoas com necessidades e perfis de venda completamente diferentes. Com o uso de recursos data-driven, a marca espera ser capaz de indicar tendências ou sugestões de uso que impulsionem as vendas e aumentem a fidelização do consumidor final.

“Nesse momento, estamos unindo as pontas para criar uma jornada de sucesso para o nosso consultor, totalmente pensada a partir da tecnologia. Não para substituí-lo, mas para que ele tenha resultados muito mais perenes.” finaliza.

 

Tags