Home  >  Negócios

Magazine Luiza alcança 1000 lojas físicas e foca em estratégia multicanal

Como parte do processo de integração, objetivo é transformar esses pontos de venda em mini-centros de distribuição para o e-commerce

Mônica Wanderley

22/08/2019 às 16h18

Foto: Divulgação Magazine Luiza

Legenda:

Fundada em 1957 e operando em boa parte da sua existência apenas em cidades do interior, a Magazine Luiza passou por um grande processo de expansão e digitalização nos últimos anos, atingindo nesta quinta (22/08) a marca simbólica de 1 mil lojas físicas abertas.

Franco da Rocha, em São Paulo, será a cidade que vai sediar a loja número 1 mil da marca. Além da inauguração especial, serão inauguradas mais quatro lojas no estado do Mato Grosso, além de duas em Goiás, uma em Minas Gerais e outra no Rio Grande do Sul.  O Pará é o estado campeão em inauguração: em setembro, 49 unidades serão lançadas por lá.

"O Magalu vem mostrando que aqueles que acreditavam no fim das lojas físicas estavam errados", diz Frederico Trajano, CEO da companhia. "Elas são um pilar fundamental de nossa estratégia digital ao estabelecer um relacionamento pessoal com o cliente e atuar como centros de distribuição remotos, instalados em todo o país. Com as lojas físicas, conseguimos chegar de forma eficiente onde poucas empresas chegam."

Integração loja e site

A expansão para novas cidades ajuda a fortalecer o negócio de comércio eletrônico da empresa. O serviço de Retira Loja, que permite que as compras feitas pelo app ou pelo site sejam retiradas nos pontos físicos em até dois dias, já representa 40% do total de entregas feitas pela companhia.

Desde o ano passado, as lojas da rede vêm sendo transformadas em shoppable distribution centers, nos quais cerca de 30% do espaço é destinado a estocar tanto produtos do Magalu (o chamado 1P) como itens vendidos pelos 8 mil sellers que fazem parte do marketplace da companhia (3P). Atualmente, mais de 300 lojas têm esse formato.