Home  >  Inovação

AWS firma parceria para avançar diagnóstico e monitoramento de doenças

Parceria com Pittsburgh Health Data Alliance irá combinar big data e machine learning para encontrar melhores maneiras de tratar pacientes

Da Redação

12/08/2019 às 11h00

Foto: Shutterstock

A Amazon anunciou que a divisão de nuvem Amazon Web Services vai emprestar tecnologia de inteligência artificial e machine learning para o Pittsburgh Health Data Alliance (PHDA), instituto de pesquisa da Universidade de Pittsburgh para ajudar no desenvolvimento de novas tecnologias em torno do diagnóstico de pacientes e monitoramento de doenças.

De acordo com a Fast Company, a parceria tem como principal objetivo combinar as grandes quantidades de dados de saúde em um esforço para encontrar melhores maneiras de tratar pacientes.

Swami Sivasubramanian, vice-presidente de machine learning da Amazon Web Services acredita que machine learning pode acelerar o processo de pesquisa médica além de ajudar a traduzir esses avanços em tratamentos.

A Amazon tem investido cada vez mais na saúde pública. No ano passado, a empresa comprou a PillPack, rede farmacêutica sem lojas físicas, por US$ 753 milhões, e este ano deu à Alexa a capacidade de transmitir dados de saúde do paciente.

O PHDA deve usar os recursos de machine learning da Amazon Web Services para diagnósticos de saúde mental de pacientes analisando seu comportamento. Eles também estão trabalhando no desenvolvimento de pontuações de risco individuais para pacientes com câncer e mapeando como os tumores crescem e mudam com o tempo.