Home  >  Plataformas

Linhas móveis pós-pagas devem superar pré-pagas ainda em 2019 no Brasil

Dados são da consultoria Frost & Sullivan, segundo a qual os pré-pagos respondiam por 54,67% do mercado brasileiro no último mês de maio

Da Redação

19/07/2019 às 16h00

Foto: Shutterstock

Até o final do ano, os planos de telefonia móvel pós-pagos devem superar os pré-pagos em total de linhas no Brasil, de acordo com informações da Frost & Sullivan publicadas no Valor Econômico.

Segundo os dados da consultoria, os pré-pagos respondiam por 54,67% do mercado brasileiro de telefonia no último mês de maio, uma queda de mais de seis pontos percentuais em relação ao mesmo mês do ano passado.

Para efeito de comparação, aponta o Valor, as linhas pré-pagas correspondiam a aproximadamente 75% do mercado em maio de 2015, de acordo com informações da Telebrasil (Associação Brasileira de Telecomunicações).

Em entrevista ao jornal, o sócio da Oliver Wym no Brasil, Alessandro Jorge, aponta que a tendência deverá virar nos próximos meses “ou, no máximo, até o início do ano que vem”.

Entre os motivos que podem explicar essa queda significativa dos pré-pagos no Brasil, a reportagem destaca a migração dos clientes para os planos pós-pagos e a diminuição do “segundo chip”.