Home  >  Plataformas

Para CEO do Slack, crescimento do Microsoft Teams não representa ameaça

“Se é baseado em uma distribuição maior, não penso que seja realmente uma ameaça”, afirmou executivo em evento recente

Da Redação

18/07/2019 às 13h00

Foto: Shutterstock

Na semana passada, a Microsoft anunciou que a sua plataforma Teams ultrapassou o Slack em número de usuários ativos diariamente. No entanto, o crescimento do software da gigante da tecnologia não parece assustar Stewart Butterfield, CEO do aplicativo de comunicação corporativa.

De acordo com informações da CNBC, durante a conferência Fortune Brainstorm Tech, em Aspen, nos Estados Unidos, o executivo afirmou que a tendência é que a base de usuários do serviço concorrente da Microsoft se expanda ainda mais, já que o número de assinantes mensais do Office 365 chegou a 180 milhões.

No entanto, o resultado aparentemente não representa uma ameaça aos negócios do Slack. “Se é baseado em uma distribuição maior, não penso que seja realmente uma ameaça”, afirmou o executivo no evento.

Para Butterfield, empresas pequenas, focadas em serviços específicos, podem concorrer de forma agressiva contra companhias grandes, que dividem sua atenção entre diferentes atividades. Para exemplificar seu posicionamento, o executivo apontou os esforços da Microsoft para competir com a Google no setor de buscas na internet.

“Dezenas de bilhões de dólares para o motor de busca e eu não sei qual é a fatia de mercado deles agora - 9% ou algo assim”, disse Butterfield sobre o Bing.

Segundo o CEO, a maior dificuldade de competir com serviços pioneiros e menores está na movimentação necessária das gigantes da tecnologia. “Eu acho que é cada vez mais difícil, não porque haja algo errado com a Microsoft, porque é difícil para nós também neste momento por conta do tamanho que temos hoje - é difícil manter um foco real na qualidade, na experiência do usuário e quanto maior você fica, mais difícil é”, explicou o executivo.

Apesar da concorrência, Butterfield afirmou que a Microsoft tem sido uma boa parceira. Recentemente, o Slack lançou uma integração de calendário para o Office 365. Supostamente, a gigante de Satya Nadella, inclusive, tentou comprar o Slack, mas acabou recuando nas negociações.