Home  >  Negócios

Netflix perde mais de 100 mil assinantes nos EUA e vê ações despencarem

Essa foi a primeira vez que a empresa viu sua base diminuir no país em 8 anos; companhia registrou aumento abaixo do esperado no mercado internacional

Da Redação

18/07/2019 às 12h00

Foto: Shutterstock

O Netflix viu as suas ações caírem quase 12% nesta semana após revelar que perdeu cerca de 130 mil assinantes nos Estados Unidos entre abril e junho deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. As informações são da Reuters.

Conforme aponta a agência de notícias, essa foi a primeira vez em oito anos que a plataforma de streaming de vídeo registrou queda no número de assinantes nos EUA.

Por outro lado, o Netflix registrou 2,83 milhões de novos assinantes pagos no mercado internacional – fora dos EUA. Apesar do crescimento, o número ficou bem abaixo das expectativas do mercado, que previam 4,8 milhões de novos assinantes internacionais – e 350 mil nos EUA.

A receita total da companhia no trimestre subiu de 3,91 bilhões para 4,92 bilhões, em comparação com o mesmo período do ano passado – a expectativa do mercado era um pouco mais alta, de 4,93 bilhões de dólares, de acordo com a Reuters.

Além disso, a companhia também viu a sua receita líquida cair para 270,7 milhões de dólares no período, ou 60 centavos de dólares por ação, bem abaixo dos 85 centavos por ação registrados um ano antes.

Vilões
Em uma carta para acionistas, a companhia de Reed Hastings destacou os aumentos recentes de preços em suas mensalidades e os conteúdos lançados no segundo trimestre como possíveis vilões para os resultados abaixo do esperado.

“Tivemos previsões perdidas em todas as regiões, mas um pouco mais em regiões com aumentos de preços. Pensamos que os conteúdos lançados no Q2 impulsionaram menos crescimento em adições pagas do que esperávamos”, afirma o documento da empresa sobre o balanço financeiro.

Vale notar que o Netflix aumentou preços em locais como Brasil, Reino Unido, Suíça, Grécia e Europa Oriental nos últimos meses.

Novos concorrentes
E o cenário deve ficar mais desafiador para o Netflix nos próximos trimestres, uma vez que novos rivais estão prestes a chegar ao mercado, como o Disney+ e o HBO Max. Além disso, a empresa se prepara para perder dois dos seriados mais assistidos na sua plataforma nos EUA – Friends e The Office.