Home  > 

São Paulo está entre as 50 cidades mais favoráveis ao empreendedorismo feminino

Da Redação

17/07/2019 às 15h17

Foto: Shutterstock

São Paulo está entre as 50 cidades mais promissoras para o empreendedorismo feminino, segundo o índice "Women Entrepreneur Cities (WE Cities) 2019", produzido pela Dell Technologies em parceria com o IHS Markit. O estudo, divulgado a cada dois anos, tem como base o impacto de  políticas, programas e características locais para definir o índice. São Paulo é a única cidade brasileira citada no ranking, tendo ficado no 45º lugar.

Segundo conclusões do estudo, a capital paulistana ganhou destaque por conta do aumento dos investimentos locais para o empreendedorismo feminino e aparece no segundo lugar entre as dez cidades com mais melhorias no ambiente operacional para empreendedoras, atrás de Washington e à frente de Belfast (Irlanda), Istambul (Turquia), Vancouver (Canadá), Boston (Estados Unidos), Sydney (Austrália), entre outras. As cinco cidades mais favoráveis às mulheres empreendedoras estão, na maioria, nos Estados Unidos, com exceção de uma. São elas: São Francisco, Nova York, Londres, Boston e Los Angeles.

Com base em dez anos de pesquisa sobre mulheres empreendedoras, o índice pesquisou e classificou as cidades a partir de cinco importantes características: acesso a Capital, Tecnologia, Talento, Cultura e Mercados. Esses pilares foram organizados em dois grupos: ambiente operacional e condições favoráveis. A classificação geral é baseada em 71 indicadores, dos quais 45 têm um componente baseado em gênero.

Os desafios

Com relação às barreiras enfrentadas pelas cidades avaliadas, o índice ressalta: falta de financiamento, custo de vida alto, baixa representatividade de mulheres em cargos de liderança e falta de políticas governamentais que apoiam mulheres empreendedoras.

"Quando investimos em mulheres, investimos no futuro; as comunidades prosperam, as economias melhoram e a próxima geração lidera com propósito", diz Karen Quintos, vice-presidente executiva e diretora de clientes da Dell. "Apresentando aos líderes e legisladores pesquisas práticas e orientadas por dados sobre o panorama para mulheres empreendedoras, podemos juntos acelerar o sucesso de empresas cujas proprietárias são mulheres em todo o mundo, removendo barreiras financeiras, culturais e políticas."

 

Deixe uma resposta