Home  >  Plataformas

Huawei aponta desafios para 5G no Brasil

Em entrevista à Reuters, executivo da empresa chinesa destaca que país precisa alcançar vizinhos da AL na adoção da tecnologia

Da Redação

10/07/2019 às 18h30

Foto: Shutterstock

Em meio a incertezas em mercados como EUA e Europa, a Huawei pretende liderar o desenvolvimento da rede 5G no Brasil, de acordo com informações da Reuters. No entanto, conforme a agência de notícias, a empresa chinesa acredita que a iniciativa será desafiadora.

Entre os desafios apontados pela empresa está a necessidade de o Brasil se equiparar a outros países latino-americanos na adoção da tecnologia - o Uruguai, por exemplo, implantou a rede de quinta geração para fins comerciais em abril deste ano.

Mesmo com as dificuldades, Nicolas Driesen, diretor de tecnologia da Huawei, afirma que os testes com as quatro principais operadoras do Brasil foram bem-sucedidos. A companhia também está auxiliando na modernização da infraestrutura para preparar o território para a chegada da novidade.

"Trabalhamos com 5G desde 2009 e nossa tecnologia de ponta a ponta é competitiva porque permite a reutilização de alguns equipamentos de gerações anteriores", explica o executivo, que destaca que o México está entre um e dois anos à frente do Brasil na adoção da tecnologia.

Atualmente, a Anatel está empenhada na criação das normas de licitação para a rede. Em maio, a entidade decidiu que as frequências de 2,3 GHz e 3,5 GHz serão destinadas à tecnologia 5G. A expectativa é de que o leilão aconteça no primeiro trimestre de 2020.