Home  >  Inovação

Saiba quais as empresas que mais investem em inovação

Samsung foi a que mais investiu em P&D no ano passado, segundo ranking da UE; Brasil se destaca na AL

Da Redação

08/07/2019 às 16h00

Foto: Shutterstock

A Samsung foi a empresa que mais investiu em inovação em 2018, tendo colocado cerca de 57,4 bilhões de reais em sua área de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) no período, segundo um relatório da União Europeia (UE). As informações são da BBC Brasil.

De acordo com a rede de notícias, esse valor citado acima colocou a gigante sul-coreana no topo do ranking EU R&D Scorecard, que reúne as 2.500 empresas de 46 países que mais gastam com esse segmento de pesquisa e desenvolvimento (R&D, em inglês, de Research & Development).

Além disso, a BBC também destaca o fato de que, segundo dados da consultoria IFI Claims, a Samsung possui o maior número de patentes ativas nos EUA, com 61.608, e só perde para a IBM em termos de registro de inovações na União Europeia em 2018, com 5.850 patentes.

Voltando ao relatório da UE liderado pela Samsung, vale notar que o setor de tecnologia aparece com destaque no Top 10, respondendo por seis dos maiores investimentos. Logo atrás da Samsung, aparece a Alphabet, empresa mãe do Google, com 57,2 bilhões de reais.

Aparecem também neste Top 10 a Microsoft, em quarto, seguida pela Huawei, em quinto, pela Intel, em sexto, e pela Apple, que aparece na sétima colocação. As companhias que não são de TI do ranking incluem a Volkswagen, em terceiro, a Roche, em oitavo, a Johnson & Johnson, em nono, e a Daimler, fechando a lista, em décimo.

Brasil

Ainda de acordo com a BBC, o Brasil é o país da América Latina que aparece melhor representado neste relatório da União Europeia, ainda que não seja possível encontrar nenhuma empresa da região no Top 100.

A companhia mais bem posicionada da AL, por exemplo, é a Embraer, que teve sua fusão com a norte-americana Boeing aprovada recentemente e aparece em 323º lugar. O Brasil marca presença na relação com outras seis organizações, incluindo nomes como Vale (387º), Petrobras (449º), Totvs (1010º), Weg (1283º), CPFL Energia (1699º) e Brasken (1768º).