Home  >  Plataformas

Red Hat amplia receita em 15% no primeiro trimestre

Em alta, com 815 milhões de dólares, assinaturas responderam por 87% da receita total da empresa no período

Da Redação

28/06/2019 às 17h00

Foto: Shutterstock

A Red Hat anunciou nesta semana os seus resultados financeiros do primeiro trimestre do ano fiscal de 2020, encerrado no último dia 31 de maio. A receita total do período foi de 934 milhões de dólares, alta de 15% no comparativo anual.

Em assinaturas, aponta a empresa, a receita do trimestre alcançou a marca de 815 milhões de dólares, o que representa uma alta de 15% na comparação anual. Dentro do trimestre, as assinaturas representaram 87% da receita total.

Já o faturamento referente às ofertas relacionadas aos serviços de infraestrutura foi de 580 milhões dólares, um aumento de 11% em relação ao último ano. A receita do trimestre relacionada ao desenvolvimento de aplicações e outras tecnologias emergentes foi de 235 milhões de dólares, número 24% superior ao registrado no ano anterior.

Segundo destaca o presidente e CEO da Red Hat, Jim Whitehurst, a companhia, que foi comprada pela IBM por 34 bilhões de dólares no final de 2018, adicionou mais de 90 novos clientes ao OpenShift no primeiro trimestre do ano fiscal de 2020.